Busque sua Cidade
 
Inicial
 
Seções
A01 - Est. Turísticas
A02 - Est. Balneárias
A03 - Est. Climáticas
A04 - Est. Hidrominerais
C01 - Bauru
C02 - Campinas
C03 - Itapetininga
C04 - Mogi das Cruzes
C05 - Presidente Prudente
C06 - Ribeirão Preto
C07 - Santos
C08 - São Carlos
C09 - São José do Rio Preto
C10 - São José dos Campos
C12 - Sorocaba
C13 - Taubaté
D - MÚSICAS
E - BLOG DO JOÃO
 
Portal
Quem Somos
Como Anunciar
Fale Conosco
Enviar E-mail
 
Conchal

Conchal é um município  brasileiro  do estado de São Paulo

Geografia:

Localiza-se a uma latitude 22º19'49" sul e a uma longitude  47º10'21" oeste, estando a uma altitude de 591 metros. Sua população estimada em 2007 era de 25.572. Possui uma área de 183,826 km².

Demografia

Dados do Censo - 2000

População Total: 22.676

* Urbana: 20.297

* Rural: 2.379

* Homens: 11.417

* Mulheres: 11.259

* Estimativa do IBGE em anos anteriores:

o Estimativa de 2007 - 25.572 habitantes

o Estimativa de 2006 - 25.191 habitantes

o Estimativa de 2005 - 24.809 habitantes

o Estimativa de 2004 – 24.054 habitantes

o Estimativa de 2003 - 23.727 habitantes

o Estimativa de 2002 - 23.390 habitantes

o Estimativa de 2001 - 23.047 habitantes

o Estimativa do Censo 2000 - 22.676 habitantes

Densidade demográfica (hab./km²): 139,10

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 13,50

Expectativa de vida (anos): 72,53

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,92

Taxa de Alfabetização: 87,76%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,770

* IDH-M Renda: 0,694

* IDH-M Longevidade: 0,792

* IDH-M Educação: 0,825

Hidrografia

Devido aos diversos rios, riachos e nascentes, existentes em sua geografia, o município de Conchal é conhecido como "A morada dos rios", havendo em suas margens diversos "ranchos", chácaras e casas de veraneio, o que explica o aumento significativo de visitantes de outros municípios nos finais de semana e feriados prolongados, a procura de atividades de pesca e lazer. Rio Mogi-Guaçu, Ribeirão Ferraz, entre muitos outros pequenos lagos e ribeirões.

Rodovias

* SP-191: Rodovia Wilson Finardi de Mogi Mirim até Rio Claro. - (Mogi Mirim, Conchal, Araras e Rio Claro).

* SP-332: Rodovia General Milton Tavares de Souza de Campinas até Conchal. - (Campinas, Paulínia, Cosmópolis, Artur Nogueira, Engenheiro Coelho e Conchal).

Clima

O clima do município é classificado no clima Aw (Classificação Koeppen).

Historia:

Fundação: 9 de abril de 1949 (61 anos)

Conchal, recanto aprazível da terra paulista e do Brasil, teve seu início, como núcleo colonial do estado de São Paulo. As atuais terras formaram no passado três grandes fazendas denominadas: fazendas "Nova Zelândia", "Ferraz" e "Leme", tendo sido adquiridas pelo estado.

Pelo decreto 2.020 de 28 de março de 1911, as referidas terras foram divididas em dois núcleos coloniais distintos que receberam a denominação de: "Visconde de Indaiatuba" e "Conde de Parnaíba" que formam hoje o município de Conchal e na ocasião foram loteadas em lotes de dez e vinte alqueires para efeito de colonização.

No ano de 1912, o estado procedeu as obras de saneamento, atenuando assim a localidade em formação dos terríveis efeitos da malária, que ceifava vidas preciosas.

Em 20 de novembro de 1913, foi inaugurada em meio a grandes festas, a estação férrea local, quando chegou o primeiro trem da então estrada de ferro Funilense que era propriedade do estado. Em 1923, foi inaugurada com grandes festejos populares a iluminação elétrica do município, para tal empreendimento muito contribuíram políticos influentes de municípios vizinhos.

Os primeiros moradores da atual município de Conchal datam do ano de 1906 ao tempo da mata bravia.

Em 20 de dezembro de 1919, pela lei 1725, os núcleos coloniais foram emancipados, passando a constituir um distrito de paz do município de Mogi Mirim, o distrito foi instalado em 31 de março de 1920.

Em 26 de novembro de 1921, foi criada a Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, de Conchal.

Incontestavelmente, a lei orgânica dos municípios do estado de São Paulo, (lei de 13 de setembro de 1947) decretada pela Assembleia Legislativa do estado de São Paulo e promulgada pelo governador Ademar de Barros, foi um clarão de luz, foi um marco de uma nova era de progresso e esperança para todo o interior paulista.

Facilitando a elevação a município, de dezenas de localidades, ansiosas de viverem sua própria vida, de construir sua própria felicidade, a lei orgânica, foi uma das mais sabias e felizes leis votadas pelo legislativo estadual.

Baseados na lei orgânica, movimentaram-se os conchalenses, para obter sua elevação a município.

Assim, aos 5 de abril de 1948, os promotores realizaram uma grande reunião popular para tomar as primeiras decisões, compareceram nessa reunião elementos representativos do comércio, indústria, agricultura e de todas as classes sociais.

Cumpre, ressaltar que, para a honra do município de Conchal, o movimento pró-município, conseguiu unir novamente todos os conchalenses que, esquecidos das lutas passadas, voltaram toda sua atenção, para o futuro e grandeza de sua terra.

Finalmente, depois de grandes trabalhos, a Assembleia Legislativa determinou a realização do plebiscito de consulta ao povo de Conchal, para que este se pronunciasse "pró" ou "contra" a criação do município.

Após o alistamento eleitoral pró-plebiscito, foi realizado no dia 24 de outubro de 1948 o plebiscito, que teve como resultado; 627 votos a favor da criação do município e apenas 27 votos contra.

Essa foi a manifestação da vontade soberana do povo, e sua decisão teria força de lei.

Finalmente, no dia 24 de dezembro de 1948, pela lei 233 da Assembleia Legislativa do estado e promulgada pelo governador, Conchal foi elevado a município.

Era enfim a realização de um grande ideal, era a independência, era o progresso que chegava, o povo vibrou de entusiasmo, Conchal festejava seu grande dia.

No dia 1º de janeiro de 1949, em sessão solene, foi provisoriamente instalado o novo município, em cerimônia presidida pelo prefeito de Mogi Mirim.

No dia 13 de março foi realizada a primeira eleição municipal, para eleger o primeiro prefeito e consigo 13 vereadores, sendo o primeiro prefeito eleito o Sr. Francisco Magnusson.

No dia 9 de abril de 1949, o então prefeito municipal, bem como a primeira câmara municipal tomaram posse em sessão solene. Após se tornar município independente, Conchal caminhou a largos passos, rumo ao desenvolvimento e ao progresso, tornando-se assim esse aconchegante município denominado " A Morada dos Rios. "

A maioria das famílias tradicionais são constituídas de descendentes de imigrantes europeus, em sua maioria italianos, alemães, portugueses e em menor número algumas famílias de origem russa, austríaca e espanhola, que se estabeleceram na região graças a reforma agrária instituída no fim do século XIX.

Dentre os pioneiros, destacam-se os de sobrenome "Alonso","Oliveira", "Battel","Baraldi", "Brussieri", "Corrêa", "Moreira","Corte", "Fadel", "Campos", "Ferreira de Melo", "Filipini", "Fisher", "Kammer", "Maiochi", "Metzker", "Paulo", "Peris", "Pianca", "Pulz", "Rossi", "Tetzner", "Barros".

O município é agradável, organizado e relativamente pacato, levando-se em conta os níveis de violência que assolam o país.

Lutas Políticas

Como todo interior, na época, Conchal também teve suas lutas políticas; ora grandes, ora pequenas, mas que, nunca tinham chegado propriamente a separar, a desunir, a dividir os conchalenses.

No entanto, no ano de 1944, irrompe uma feroz, forte, apaixonada luta que desuniu profundamente os conchalenses, separando-os em duas facções fortes, irreconciliáveis, com reflexos maléficos em toda a vida social do distrito.

Uma parte do povo, sentindo-se tolhido em seus anseios de progresso, no justo ideal de encontrar dias melhores, entendeu de separar-se de Mogi Mirim e passar a pertencer ao município de Araras, que ao seu entender, certo ou errado, poderia abrir dias melhores para o distrito, tendo em vista o descaso e o abandono, com que era tratado pelo município de Mogi Mirim.

Como não podia deixar de acontecer, o povo então dividiu-se entre "ararenses" e "mogianos" e durante vários meses, a população local, sofreu as terríveis consequências de uma luta sem precedentes, ora uma parte festejava o recebimento de uma " boa notícia ", ora era a outra parte que fazia o mesmo. Criou-se assim, um ambiente hostil, de ódio e ressentimentos, ate que o caso foi resolvido a favor de Mogi Mirim.

Datas comemorativas:

Aniversário      9 de abril

Fundação         9 de abril de 1949 (61 anos)

Gentílico          conchalense

Administração:

Prefeito:    VALDECI APARECIDO LOURENÇO

 

Religião:

Igreja católica

O município pertence à Diocese de Limeira, sendo Vilson Dias de Oliveira o bispo e tendo duas paróquias: A matriz Sagrado Coração de Jesus e a paróquia Nossa Senhora Aparecida entre muitas outras pequenas comunidades, na maioria rurais, pertencentes à estas paróquias totalizando em volta de 25 pequenas comunidades.

Atualmente (2009) o padre responsável pelas missas e todos os movimentos religiosos da Igreja Matriz é o Pe. Luís Fabiano Canatta, nascido em Limeira.

O padroeiro do município é o Sagrado Coração de Jesus, seu dia é comemorado na última sexta-feira do mês de junho. (Feriado municipal)

Economia:

De terras férteis, já foi palco de grande produção de mandioca, algodão, milho e, atualmente, cana-de-açúcar e laranja. Destacam-se, também, a produção manufatureira de artigos de couro, tais como bolsas, carteiras e cintos, que se iniciaram no final da década de 1980, chegando a conquistar o título de Capital das Bolsas de Couro e pequenas empresas do ramo metalúrgico, com intensa atividade na confecção de portões, grades e estruturas metálicas.

De economia parcialmente dependente da agricultura, nos dias de hoje enfrenta alguns problemas sociais, devido à migração de pessoas oriundas do norte do estado de Minas Gerais, sul da Bahia e demais estados do nordeste brasileiro, que viam na região uma oportunidade de trabalho no corte da cana-de-açúcar e colheita de laranja. Contudo, com a mecanização do corte da cana e consequente diminuição das ofertas de emprego, restou parte da população em condições desfavoráveis.

Conta com uma associação que ajuda a administrar toda a economia do município, desde a agricultura até o comércio e prestação de serviços; a ACICO (Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Conchal).

Algumas indústrias presentes também em outros municípios são:

* Cutrale (Suco de laranja)

* Beglim (Sacolas e Big Bags)

* Corn Products Brasil - Unilever (Amido de milho)

* CanaVialis (Desenvolvimento genético de Plantas)

* Starlet Group Usa LLC (Metalúrgica) (Em breve)

* Quinel (Sucos) (Em breve)

Entre outras várias pequenas e médias indústrias.

Turismo:

Alguns dos pontos turísticos do município são as praças da Fonte (Cônego Francisco de Campos Machado), da Matriz Sagrado Coração de Jesus, Praça Nove de Abril, entre outras; e o Parque Ecológico, mais conhecido como Lago.

Muitas pessoas de municípios vizinhas vêm passar finais de semanas em ranchos às margens do Rio Mogi-Guaçu. O município dispõe de um clube recreativo privado, AEC (Associação Esportiva Conchalense), com sedes social e poli-esportiva. O município também conta com um amplo serviço gastronômico, com muitas lanchonetes, padarias, sorveterias, pizzarias e restaurantes.

Há também a Festa de Peão de Tujuguaba, realizada num distrito do município de mesmo nome, que atrai muitas pessoas de vários municípios. Em seus tempos áureos, a Festa de Peão de Tujuguaba era a segunda maior festa desse gênero no estado de São Paulo e no país, perdendo apenas para Barretos.

Fontes:

http://www.jacidade.com.br/

http://citybrazil.uol.com.br/sp/conchal/index.php

http://www.ferias.tur.br/informacoes/9070/conchal-sp.html

http://pt.wikipedia.org/wiki/Conchal

http://www.conchal.sp.gov.br/

site da cidade:

http://www.conchal.sp.gov.br/

 
MAIS SOBRE Conchal:
 
Deixe seu Comentário
 
 
COMETÁRIOS SOBRE Conchal:
 
30/09

PARABÉNS CONCHAL... A 1a CIDADE DIGITAL DO BRASIL!!!

Enviado por anônimo às 13h25
 
Seções: A01 - Est. Turísticas | A02 - Est. Balneárias | A03 - Est. Climáticas | A04 - Est. Hidrominerais | C01 - Bauru | C02 - Campinas | C03 - Itapetininga | C04 - Mogi das Cruzes | C05 - Presidente Prudente | C06 - Ribeirão Preto | C07 - Santos | C08 - São Carlos | C09 - São José do Rio Preto | C10 - São José dos Campos | C12 - Sorocaba | C13 - Taubaté | D - MÚSICAS | E - BLOG DO JOÃO |
Portal: Inicial | Quem Somos | Como Anunciar | Fale Conosco | Enviar Email |

© Interior SP - Cidades. Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvimento: UPWEB Internet Solutions