Busque sua Cidade
 
Inicial
 
Seções
A01 - Est. Turísticas
A02 - Est. Balneárias
A03 - Est. Climáticas
A04 - Est. Hidrominerais
C01 - Bauru
C02 - Campinas
C03 - Itapetininga
C04 - Mogi das Cruzes
C05 - Presidente Prudente
C06 - Ribeirão Preto
C07 - Santos
C08 - São Carlos
C09 - São José do Rio Preto
C10 - São José dos Campos
C12 - Sorocaba
C13 - Taubaté
D - MÚSICAS
E - BLOG DO JOÃO
 
Portal
Quem Somos
Como Anunciar
Fale Conosco
Enviar E-mail
 
Limeira

Geografia

Localização

O município de Limeira está localizado a 145 km a noroeste da cidade de São Paulo na Região Administrativa de Campinas, constituindo-se na sede da Microrregião de Limeira integrada por oito municípios: Araras, Leme, Limeira, Pirassununga, Cordeirópolis, Conchal, Santa Cruz da Conceição e Iracemápolis.

Situa-se à margem de importantes troncos rodoviários e ferroviários que ligam o estado de São Paulo a Minas Gerais e à Região Centro-Oeste do país, além de destacado tronco ferroviário que escoa a produção do país desde a Região Amazônica até o porto de Santos. Situa-se ainda, junto a Hidrovia Tietê-Paraná, importante via que a liga aos estados do Sul do país e aos países do Mercosul.

Faz divisa ao norte com Cordeirópolis e Araras; a leste, com Artur Nogueira, Engenheiro Coelho e Cosmópolis; ao sul, com Americana eSanta Bárbara D'Oeste e a oeste, com Iracemápolis e Piracicaba.

 

Relevo

A cidade se localiza na depressão periférica, com altitudes que variam de 500 a 800 metros. O ponto mais alto é o Morro Azul com 831 metros,[6] por isso era utilizado como referencial para bandeirantes e tropeiros que se dirigiam para o interior na época das bandeiras.

 

Hidrografia

A bacia hidrográfica em que a Limeira se localiza é a do rio Piracicaba. Dois rios passam pela cidade, o próprio rio Piracicaba e também o rio Jaguari, de onde é captada parte da água que é consumida no município. O ribeirão Tatu atravessa a área urbana da cidade estando canalizado em alguns trechos.

 

Clima

A cidade apresenta clima tropical de altitude com inverno seco (Cwa) e temperatura média anual de 22°C. A temperatura máxima absoluta registrada foi de 37,7°C e a mínima absoluta de 2,6°C em 7 de junho 2010[7].

A pluviosidade média anual oscila entre 1100 e 1400 mm.

 

Demografia

Dados do Censo - 2000

População total: 249.046

Urbana: 238.349

Rural: 10.697

Homens: 123.609

Mulheres: 125.437

Densidade demográfica (hab./km²): 428,65

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 9,5

Expectativa de vida (anos): 72,57

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 1,97

Taxa de Alfabetização: 93,75%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,814

IDH-M Renda: 0,759

IDH-M Longevidade: 0,793

IDH-M Educação: 0,890

(Fonte: IPEADATA)

 

Como Chegar

Localização

Piracicaba

Limites

Cordeirópolis e Araras, ao Norte; Engenheiro Coelho, Arthur Nogueira e Cosmópolis, a Leste; Americana e Santa Bárbara DOeste, ao Sul e Piracicaba e Iracemápolis, a Oeste.

Acesso Rodoviário

Via Anhanguera; Bandeirantes; Washington Luís; Limeira-Piracicaba; Limeira-Mogi-Mirim; FERROBAN).

Distâncias

154 km da Capital

 

História

A história do município de Limeira tem início no século XVIII, em um pouso de bandeirantes às margens do ribeirão Tatuibi, que, em tupi-guarani, significa “tatu pequeno”. Essa região ficou conhecida nos mapas e roteiros dos bandeirantes como sertões do Tatuibi e o pequeno pouso recebeu o nome de Rancho do Morro Azul.  
Assim, foram chegando os primeiros moradores e construindo habitações toscas e rústicas. Em 1815, o senador Vergueiro fez a primeira derrubada e iniciou as primeiras culturas de cana-de-açúcar. Em 1824, os moradores resolveram construir uma capela em louvor a Nossa Senhora das Dores de Tatuibi, nome que se deu também ao povoado.  
A família Vergueiro desempenhou importante papel no desenvolvimento da região. A esposa do senador Vergueiro influenciou o marido para solicitar a criação de uma freguesia em 1829, mas que foi criada em 9 de dezembro de 1830, do município de Nova Constituição atual Piracicaba.  
A fazenda Ibicaba, de propriedade do senador Vergueiro, trouxe muito progresso àquela região, quando iniciou, em 1840, o sistema de “parceria”, contratando grande número de colonos portugueses, o que contribuiu para aumentar a população e, assim, criar a vila em 08 de março de 1842, com o nome de Limeira.  
Em 1858, o senador atraiu para a fazenda imigrantes alemães, suíços, portugueses e belgas e fez dela um modelo, com várias inovações introduzidas nos primitivos métodos agrícolas existentes e as importantes contribuições dos imigrantes, promovendo, em 18 de abril de 1863, a sua elevação à categoria de cidade.  
Em 1865, Ibicaba possuía 1.250.000 pés de café. Os instrumentos de ferro ou madeira para a lavoura eram produzidos na própria fazenda e ali se usou pela primeira vez o arado na cultura do café. Com a introdução da espécie de laranja “Bahia”, cujas primeiras mudas foram destinadas à família Franco, o município passou a conhecer nova fonte de riqueza.  
Deve-se a Mario de Souza Queiroz a grande expansão da cultura da laranja, porque sua chácara foi o centro irradiador e expansionista da principal riqueza do município.

Significado do Nome

Em uma das entradas, um franciscano chamado frei João das Mercês levava consigo uma porção de limas, pois acreditava-se que as frutas afugentavam as febres malignas que se espalhavam por aqueles sertões. Ao chegar em Morro Azul, frei João foi atacado por febres, vindo a falecer. Foi sepultado ao pé de uma pequena cruz onde nasceu uma limeira e o pouso passou a ser chamado de Rancho da Limeira.

 

Aniversário da Cidade: 15 de Setembro

Fundação: 1826

Gentílico: limeirense

 

Administração

Prefeito:    PAULO CEZAR JUNQUEIRA HADICH

 

Economia

Agricultura

A exploração agrícola das terras do município começa com o plantio de cana-de-açúcar em meados do ano 1799. Já em 1828 passou a se produzir café na Fazenda Ibicaba, todavia anos mais tarde com a expansão da área produtiva, outras cidades da região acabaram por iniciar produções mais expressivas.

Com a crise de 29, a cafeicultura foi sendo abandonada e novas culturas apareceram entre elas a de laranja. A citricultura então passou a se desenvolver fazendo a cidade ser conhecida como a 'Capital da Laranja' na década de 60. Porém, novamente a expansão da cultura para outras cidades faz a cultura entrar em declínio.

Atualmente a cultura predominante na cidade é a cana-de-açúcar, seguida da cultura de legumes e verduras. Também há a produção de mudas em geral, área em que o município tem destaque.

Indústria

Por volta do ano 1850 já havia a produção de carroças e instrumentos agrícolas na Fazenda Ibicaba e durante a Guerra do Paraguai chegou a produzir apetrechos para os soldados. Por isso ela é considerada a primeira indústria da cidade.

Entre os anos de 1907 e 1922 surgem importantes indústrias como a Indústria de Chapéus Prada (1907), a Café Kühl (1920) e a Indústria de Papel Santa Cruz (1922), atual Ripasa Celulose e Papel.

Já entre as décadas de 40 a 70 impulsionadas pelo florescimento da citricultura Citrobrasil (1940) e a Citrosuco (1966). Após a Segunda Guerra com o apoio para o desenvolvimento da indústria automotiva surge a Freios Varga, atual TRW (1945) e a rodas Fumagalli, atual Arvin Meritor (1946).

A partir da década de 70 o parque industrial limeirense passa a se expandir e abraçar empresas multinacionais. É instalada em Limeira ajaponesa Ajinomoto, a Fumagalli se funde ao grupo americano Rockwell em 1974 e a Freios Varga ao grupo inglês Lucas em 2000.

Atualmente o setor de joias folheadas a ouro tem tido lugar de destaque por sua grande importância para a cidade. A produção destas empresas responde por quase metade da produção do setor no Brasil e é exportada para todo o mundo, atraindo compradores de vários locais.

Comércio

O setor comercial da cidade conta com 4000 estabelecimentos comerciais e 3000 prestadoras de serviços. Na cidade há um shopping center na região central, o Shopping Pátio Limeira, que possui como lojas âncoras: Lojas Americanas, Marisa e C&A, além de contar com 4 salas de cinema.

Um outro shopping ainda está localizado na cidade, porém está com as atividades interrompidas devido a pendências judiciais, o Limeira Shopping Center, não se tendo informações concretas de que voltará a funcionar, e um novo shopping será implantado na cidade com 204 lojas com inauguração prevista para 2010.

Hipermercados presentes na cidade: Walmart, Enxuto e Carrefour (em fase de instalação). Contando ainda com uma rede de supermercados local, Sempre Vale (06 lojas na cidade), Dia% Brasil, Rede Econômica e outros de menor porte.

 

Turismo

Principais Pontos Turísticos

Catedral de Nossa Senhora das Dores

Em 1826 foi fundada, juntamente com seu povoado, a Antiga Igreja Matriz de Nossa Senhora das Dores, que na época teve o título de capela de Nossa Senhora das Dores de Tatuiby.
A primitiva Igreja tinha seu alinhamento quase na altura da atual Barão de Campinas.
Bento Manoel de Barros, construtor da igreja, um dos primeiros povoadores do sertão de Tatuiby, recebeu o título de 1º Barão de Campinas por sua contribuição para a construção de duas igrejas da cidade (Igreja Matriz e Igreja da Boa Morte e Assumpção). A nova Matriz foi inaugurada em 1876.
Demolida na década de 40, foi reconstruída e hoje é sede da diocese de Limeira. Por sua localização central, a paróquia abrange uma grande parcela da população limeirense. 
Horário de Funcionamento:
Secretaria/ Agendamento: Aos sábados das 8:00 às 12:00 h e das 17:30 às 19:30h 
Igreja: De segunda a sexta-feira das 6:30 às 18:00 h 
Aos domingos das 6:00 às 11:00 h e das 17:30 às 19:30 h 
Endereço: Praça Luciano Esteves , s/ nº
Contato: (19) 3441-2999

Capela do Cubatão

Marco da presença italiana em Limeira, construída por esses cidadãos, a capela foi inaugurada em 1927 em homenagem a Nossa Senhora das Neves.
A Capela de Santa Cruz do Cubatão representa parte da história católica de Limeira, sendo, por volta de 1996, abandonada. Durante esse período foram furtados seus bancos e sino, sendo que sua estrutura quase ruiu devido á ação do tempo. Após várias tentativas, a prefeitura conseguiu fazer uma permuta da capela, por um terreno, a fim de construir uma nova igreja.
Ampliada e recuperada, foi reaberta ao público em 1994.
Visitação:
5ºfeira - 19:00 ás 21:00 h (oração do terço) 
No restante do tempo permanece fechada ao público.
Endereço: Av. Campinas, s/nº
Contato: (19) 3441-9923 - Capela da Sagrada Família

Bairro do Tatu

Afastado do centro da cidade, tem acesso através da Rod. Jurandir da Paixão de Campos Freire, KM-010.
Surgiu às margens do Ribeirão Tatu, provavelmente como uma colônia da Fazenda Tatu, pertencente ao Capitão Luis Manoel da Cunha Bastos. Após o assassinato deste, em 1835, suas terras foram ilegalmente vendidas, e hoje estão divididas em várias fazendas e sítios.

Casarão da Fazenda Tatu

Localizada dentro da Fazenda Tatu, a cerca de um quilômetro do centro do bairro de mesmo nome, pertenceu ao Coronel Flamínio Ferreira de Camargo. Provavelmente foi a sede da fazenda, tendo cerca de 200 anos de construção. Trata-se de uma casa retangular, com as paredes externas feitas em taipas de pilão e as internas em pau a pique, sendo que esse tipo de construção lhe atribui grande importância histórica, segundo o arquiteto Carlos Leme em Casa Paulista 
De traços arquitetônicos severos, não há presença de enfeites e adornos. O porão tem cerca de dois metros de pé direito, não apresentando janelas. O assoalho fica suspenso por vigas de madeira, assim como o telhado, que se apóia nas vigas e nas paredes externas. Parte da malha de madeira que sustenta as telhas coloniais é feita em ripas de tronco de coqueiro, e o forro, feito de trançado de bambu. Ainda, do chão à cumeeira são cerca de 12 metros. As portas e janelas são muito rústicas, com batentes grossos feitos em madeira, encontrando-se ainda, vestígios da pintura interna original.

Capela Santo Antônio

Igreja de cerca de 90 anos, situada numa chácara afastada do bairro. Tem pequeno porte, sendo que a torre está situada ao lado, em construção separada. Encontra-se em bom estado de conservação, possuindo 160m². Pertence à paróquia da Sagrada Família.

Igreja São Sebastião

Localizada no centro do bairro. A primeira capela foi construída por Ana Quitéria, filha de um antigo dono da Fazenda Tatu, em 1927. Foi então formada uma comunidade religiosa que, em 1934, constituiu a igreja atual, tendo Vitório Zanini como benfeitor. Possui 180m² e pertence à paróquia da Sagrada Família. Casa da Chácara Bela Vista: a cerca de um quilômetro do centro do bairro.

Fazenda Batistela

Afastada do centro do bairro, foi fundada em 1919 por Batista Batistela, um italiano recém chegado ao Brasil, que plantou arroz, feijão e milho, e por volta de 1960 passou a plantar cana-de-açúcar.

Estação Ferroviária

Fazenda Canguçu

Bairro dos Pires

O nome originou-se da família Pires, que possuía terras nessa área antes mesmo do ano de 1850, quando começaram a desembarcar os primeiros imigrantes alemães na região. Portanto, o bairro já existia anteriormente à chegada dos imigrantes, sendo que estes não o fundaram.
Em 1854, no primeiro registro paroquial das terras de Limeira, constam 16 proprietários do bairro, 15 de erigem portuguesa e 1 de origem alemã.
Após três a quatro anos, algumas famílias estrangeiras compraram algumas terras de um dos antigos donos, onde eram todos luteranos, e os primeiros cultos foram realizados nas próprias residências.
Logo foi construído o cemitério e em 1873 a Igreja Evangélica de Confissão Luterana do Bairro dos Pires. Ao lado montou-se uma escola, seguindo os princípios de Martin Lutero, onde a educação deveria caminhar juntamente à fé e aos princípios de Deus.
A segunda Igreja foi erguida em 1924, por motivo de desentendimento religioso que resultou na segregação com a primeira, denominada Igreja Evangélica Luterana Cristo de Pires.
Atualmente, o Bairro dos Pires, com aproximadamente dez quilômetros de extensão, ocupando uma área de 650 alqueires, conta com 2 igrejas, 1 escola, 3 vendas, 1 máquina de arroz, 1 barracão de laranja, o Rancho Nativo (centro de lazer) e alguns bares e lanchonetes.

Gruta

Concebida inicialmente para servir como coreto, tendo sido inaugurada em meados de 1920, pelo artista Octávio Monti (Ettore Monti)
Possui um labirinto traçado sob a cúpula, que reproduz um desenho que encontra-se em inúmeras representações antigas. Sua arquitetura tem muito a ver com o Maneirismo, que proporcionava maior liberdade e aproximação à natureza.
De 1946 a 1967 funcionaram no seu interior, um bar, um café e uma bomboniere. Reformada em 1990, por fora é revestida de pedras e por dentro é feita de tijolos, possuindo dois pavimentos, onde do superior, se tem uma bela vista da praça. 
É símbolo de romance, por ser ponto de encontro de casais apaixonados.

Palacete Levy

Concebido em 1881 para servir de residência a Sebastião de Barros Silva. Em 1990 foi feita a desapropriação amigável pela Prefeitura de Limeira.
Após sofrer uma reforma, hoje é sede da Secretaria da Cultura, da Secretaria de Turismo e Eventos, além da Oficina Cultural Regional Carlos Gomes.
Endereço: Largo da Boa Morte, 11 - Centro
Contato: (19) 3451-0502
Funcionamento: De segunda a sexta das 8:00 as 22:00 H 
Sábados, domingos e feriados de acordo com a programação da Oficina Cultural.

Palacete Tatuiby

Construído pelo Coronel Flamínio Ferreira de Camargo em 1900, com material de alta qualidade.
Posteriormente foi desapropriado e hoje é sede da Secretaria de Educação.
Endereço: Praça Vereador Vitório Bortolan Filho, 135 - Centro
Contato: (19) 3441-1024

Teatro Vitória

Construído pela Santa Casa de Misericórdia, no local do Antigo Teatro da Paz. 
Mais tarde, levou o nome de Cine Vitória, que além de cinema, funcionava como teatro, tribuna de reivindicações populares e palco de apresentações cívicas, artísticas, recreativas e sócio-culturais.
Foi reformado e reinaugurado em 1996 e hoje está apto a recepcionar espetáculos de grande porte, com capacidade de 670 lugares, recebendo apresentações freqüentes e exposições no hall de entrada.
Endereço: Praça Toledo barros s/ nº Centro
Horário Funcionamento: Todos os dias das 8:0 ás 11:00h e das 13:00 ás 18:00 h.
Contato: (19) 3451-6679 / (19) 3451-2675

Centro Cultural Coronel Flamínio Ferreira de Camargo

Prédio de Autoria do arquiteto José Van Humbeeck (1906) onde funcionou o primeiro grupo escolar de Limeira: Grupo Escolar Coronel Flamínio Ferreira.
O prédio Abriga:
-Museu Histórico e Pedagógico Major José Levy Sobrinho, com 1.842 peças tombadas.
-Biblioteca Pública Municipal Prof. João de Sousa Ferraz (19) 3442-6539
-Infocentro (19) 3442-6539
-Biblioteca Municipal Infantil Profª Cecília Quadros 
-Centro Municipal de Memória Histórica I
Endereço: Rua Boa Morte, 471 - Centro
Contato: (19) 3442-8470
Horário Funcionamento:

Parque Zoológico Municipal

Inaugurado em 1968, ocupa área de 22.155m² próxima ao centro da cidade, área da antiga chácara do Dr. Trajano de Barros Camargo, pioneiro da indústria limeirense. O lago ali existente foi uma homenagem a sua esposa D. Maria Thereza Silveira de Barros Camargo, que viria a ser a primeira mulher a se eleger prefeita no Brasil (1934).
Além de sua variada flora e fauna, o zoológico possui ainda um Anfiteatro de Educação Ambiental Roberto Burble Marx, inaugurado em 1994, onde são desenvolvidos programas de Educação Ambiental.
Endereço: Rua Roberto Mange s/nº Jd. Mercedes
Horário Funcionamento: de terça a domingo das 09:00 ás 17:00 H
Contato: (19) 3442-7418

Horto Florestal Prof. André Franco Montoro

Inaugurado em 1984, a 9 Km do centro da cidade, o Horto é um espaço público municipal de imensa área verde (eucaliptos), voltada para o lazer da população.
Atualmente está passando por uma reforma para melhor aproveitamento do local, que é sede de grandes eventos de lazer e entretenimento.
Contando com lago, pedalinhos, mirante, cavalgada, trilhas para caminhada e bicicleta, espaço para educação ambiental, entre outros atrativos.
Endereço: Rod. Jurandir da Paixão de Campos Freire, Km 3
Funcionamento: não definido
Contato: (19) 3442-2775

Observatório do Morro Azul

Criado e construído pela Associação Limeirense de Educação (ALIE), o Observatório está ligado ao ISCA Faculdades de Limeira, através da Coordenadoria de Geografia.
Inaugurado em 2000, recebe em média 3000 visitantes anuais, entre estudantes, professores e público em geral, organizando exposições, palestras, cursos de extensão, atividades para professores e alunos do ISCA. Também desenvolve observações de fenômenos astronômicos como eclipses, conjunções e oposições de planetas.
O Observatório está situado no cume do Morro Azul, a 841 Km de altitude. O acesso é feito pela Rodovia Limeira-Cordeirópolis, Km 2,5.
Tel:(19) 3404-4729 para informações e agendamento.

 

Hotel

http://www.hotelinsite.com.br/procura/resultado.asp?cid=limeira

 

Site da cidade

http://www.limeira.sp.gov.br/file/

 

Fonte

http://pt.wikipedia.org/wiki/Limeira

http://www.ferias.tur.br/informacoes/9317/limeira-sp.html

 
MAIS SOBRE Limeira:
 
Deixe seu Comentário
 
 
COMETÁRIOS SOBRE Limeira:
 
31/12

sou de limeira e preciso ir pra iaras como faço

Enviado por rosana maria britto às 06h52
21/10

gostaria de saber mais sobre limeira

Enviado por rosemeyre às 18h06
11/10

nao fa la nada de economia

 

COMPILAMOS O QUE ESTÁ DISPONÍVEL NA INTERNET.

A PREFEITURA DE SUA CIDADE NÃO ENVIOU MATERIAL.

Enviado por lilasede às 12h05
05/09

queria saber o melhor lugar para pescar hoje

Enviado por Emerson Aparecido da Silva às 11h25
05/09

muita pe muita pescaria e divertimento scaria e divertimento no dia dia parabéns po

Enviado por Emerson Aparecido da Silva às 11h14
13/08

por favor, gostaria que alguém me informasse onde fica a rua da pedra no balneario costa do topázio, pois não consigo localiza-la

Enviado por joao coppi às 22h17
13/08

gostei muito quero conhecer este lugar blza ate

Enviado por marcos tadeu às 20h27
13/08

gostei muito quero conhecer este lugar blza ate

Enviado por marcos tadeu às 20h27
23/11

Gostaria de receber em meu msn ln_46@hotmail.com, a data de meu desligamento como prestadora de serviço, na area de odontologia, como radiologista

Enviado por Benedita Luiza Neiva dos Santos às 16h57
03/11

2o CURSO DE PRIMEIROS SOCORROS E RESGATE AQUATICO EM RIO CLARO. DIA 20/11/2010 - informações 019.3524.8918 - email: genesisacademia@yahoo.com.br

Enviado por 2o CURSO DE 1os SOCORROS E RESGATE AQUATICO às 13h05
 
Seções: A01 - Est. Turísticas | A02 - Est. Balneárias | A03 - Est. Climáticas | A04 - Est. Hidrominerais | C01 - Bauru | C02 - Campinas | C03 - Itapetininga | C04 - Mogi das Cruzes | C05 - Presidente Prudente | C06 - Ribeirão Preto | C07 - Santos | C08 - São Carlos | C09 - São José do Rio Preto | C10 - São José dos Campos | C12 - Sorocaba | C13 - Taubaté | D - MÚSICAS | E - BLOG DO JOÃO |
Portal: Inicial | Quem Somos | Como Anunciar | Fale Conosco | Enviar Email |

© Interior SP - Cidades. Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvimento: UPWEB Internet Solutions