Busque sua Cidade
 
Inicial
 
Seções
A01 - Est. Turísticas
A02 - Est. Balneárias
A03 - Est. Climáticas
A04 - Est. Hidrominerais
C01 - Bauru
C02 - Campinas
C03 - Itapetininga
C04 - Mogi das Cruzes
C05 - Presidente Prudente
C06 - Ribeirão Preto
C07 - Santos
C08 - São Carlos
C09 - São José do Rio Preto
C10 - São José dos Campos
C12 - Sorocaba
C13 - Taubaté
D - MÚSICAS
E - BLOG DO JOÃO
 
Portal
Quem Somos
Como Anunciar
Fale Conosco
Enviar E-mail
 
Barão de Antonina

Geografia

Localiza-se no Sudoeste do estado de São Paulo, região de Avaré. Faz divisa com o Paraná e é banhado pelos: Rio Verde e rio Itararé.

 

Clima

Mesotérmico Úmido

Temperatura Média

23 ºC

 

Demografia

Dados do Censo - 2000 População Total: 2.794

Urbana: 1.648

Rural: 1.146

Homens: 1.429

Mulheres: 1.365

Densidade demográfica (hab./km²): 18,04

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 29,34

Expectativa de vida (anos): 65,27

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,66

Taxa de Alfabetização: 85,17%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,706

IDH-M Renda: 0,634

IDH-M Longevidade: 0,671

IDH-M Educação: 0,812

(Fonte: IPEADATA)

 

Hidrografia

Rio Itararé

Rio Verde

 

Rodovias

SP-281

 

Como chegar

Localização

Situado no Sudoeste do Estado de São Paulo

Acesso Rodoviário

SP 270 / SP280

Distâncias

380 Km da Capital, São Paulo

 

História

O Município de Barão de Antonina, iniciou-se quando o Sr. João da Silva Machado, o Barão de Antonina, fez a doação dessa área ao Governo do Estado, a fim de que este a destinasse aos índios existentes na região. Tendo porém, os silvícolas se retirado para o município de Bauru, o Governo permutou estas terras, pelas quais estavam ocupando.

A área liberada foi reservada à Fundação de um núcleo Colonial, o qual recebeu a denominação de Núcleo Colonial Barão de Antonina. O departamento de Imigração e Colonização iniciou a locação e demarcação dos lotes de uma área aproximada de 16.906,75 hectares, no ano de 1929.

Em 1930, os 437 lotes rurais foram concedidos 75(setenta e cinco por cento) a brasileiros e 25(vinte e cinco por cento) a estrangeiros,  compostos por 14 (quatorze) nacionalidades. Na sede foram loteadas 200 datas urbanas e 40 chácaras.

Teve início a instalação da sede, com escritório, tendo diretor e pessoal habilitado para dirigir e orientar os colonos, no cultivo da terra e fornecimento de armazém, durante o primeiro ano da ocupação do lote.

No início do Núcleo era grande a produção de algodão, seguindo trigo, centeio e cereais.

Em 1942, a região passou por uma pequena decadência, devido a epidemia de malária, atingindo na época 99(noventa e nove por cento) da população.

Em 1945, criou-se o Distrito de Barão de Antonina, subordinado a Comarca de Itaporanga.

Em 1964 foi criado o Município de Barão de Antonina, nesse período, desenvolvendo-se a cultura do café, milho, arroz, feijão e batata.

Em 1969, houve nova onda de migração, em razão do represamento dos rios Itararé e Verde, da Usina Hidroelétrica de Xavantes, que alagaram as áreas mais cultivadas, reduzindo a área do município para 12.700 ha.

Fundação: 21 de março de 1965 (45 anos)

Gentílico: barão-antoniniense

 

Administração

Prefeito: SILVIO CARNIATO DE MELO

 

Turismo

A cidade de Barão de Antonina é pródiga em atrações turísticas e campeã em cordialidade e hospitalidade. Situada às margens do reservatório da represa de Chavantes e ladeada pelos rios Verde e Itararé aspira alcançar a condição de Estância Turística.

Oferecendo incentivos para empreendimentos como loteamentos de lazer, hotéis-fazenda, pousadas, turismo rural, eco-turismo, campings, pesque-pagues e projetos de piscicultura para alavancar a pesca esportiva.

Venha de espírito desarmado, porque cordialidade e hospitalidade são as características mais marcantes dos habitantes de Barão de Antonina, em sua maioria descendentes dos combativos e perseverantes desbravadores europeus e asiáticos, que criaram a maioria das cidades da região.

 

Eventos

Além das emoções proporcionadas pelos peões em suas montarias, os freqüentadores dessas festas são brindados com shows musicais, festivais de música sertaneja, exposições de animais e produtos típicos da terra, como os famosos violinos fabricados artesanalmente.

O calendário festivo da cidade é enriquecido por outras realizações de grande projeção regional,  que leva para a cidade  músicos e compositores de renome nacional. São promovidas também grandiosas festas em louvor aos santos padroeiros das cidades, como a Festa em homenagem a Padroeira Santa Teresinha nos dia 01 de outubro e de São Roque no dia 15 de agosto num tradicional bairro da cidade.

 

 

Fonte

http://pt.wikipedia.org/wiki/Bar%C3%A3o_de_Antonina

http://www.baraodeantonina.sp.gov.br/portal1/intro.asp?iIdMun=100135057

http://www.ferias.tur.br/informacoes/8945/barao-de-antonina-sp.html

 
MAIS SOBRE Barão de Antonina:
 
Deixe seu Comentário
 
 
COMETÁRIOS SOBRE Barão de Antonina:
 
16/02

Ja estive varias vezes adorei o clima, as pessoas são agradaveis. Estou pretendendo mora la. Abraços a todos dai.

Enviado por Eliana Schnaider às 14h14
 
Seções: A01 - Est. Turísticas | A02 - Est. Balneárias | A03 - Est. Climáticas | A04 - Est. Hidrominerais | C01 - Bauru | C02 - Campinas | C03 - Itapetininga | C04 - Mogi das Cruzes | C05 - Presidente Prudente | C06 - Ribeirão Preto | C07 - Santos | C08 - São Carlos | C09 - São José do Rio Preto | C10 - São José dos Campos | C12 - Sorocaba | C13 - Taubaté | D - MÚSICAS | E - BLOG DO JOÃO |
Portal: Inicial | Quem Somos | Como Anunciar | Fale Conosco | Enviar Email |

© Interior SP - Cidades. Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvimento: UPWEB Internet Solutions