Busque sua Cidade
 
Inicial
 
Seções
A01 - Est. Turísticas
A02 - Est. Balneárias
A03 - Est. Climáticas
A04 - Est. Hidrominerais
C01 - Bauru
C02 - Campinas
C03 - Itapetininga
C04 - Mogi das Cruzes
C05 - Presidente Prudente
C06 - Ribeirão Preto
C07 - Santos
C08 - São Carlos
C09 - São José do Rio Preto
C10 - São José dos Campos
C12 - Sorocaba
C13 - Taubaté
D - MÚSICAS
E - BLOG DO JOÃO
 
Portal
Quem Somos
Como Anunciar
Fale Conosco
Enviar E-mail
 
Arujá

Geografia

Arujá possui 58,7 km² de área urbana, 39 km² de área rural e 52 % de seu território é considerado área de proteção de mananciais. Possuindo aproximadamente 75.000 habitantes que dão continuidade ao seu desenvolvimento iniciado em 1781, com a construção da capela dedicada ao Senhor Bom Jesus de Arujá por José de Carvalho Pinto.

O clima, como em quase toda a Região Metropolitana de São Paulo, é subtropical. A média de temperatura anual gira em torno dos 18Cº, sendo julho o mês mais frio (média de 14°C) e fevereiro, o mais quente (média de 22°C). O índice pluviométrico anual fica em torno de 1400 mm.

Arujá é um município que apresenta uma preservação ambiental bastante visível, sendo considerada um dos "pulmões" de área verde no estado e na Região Metropolitana de São Paulo. E possui um sistema de coleta seletiva de lixo desenvolvido, considerado o melhor da Região do Alto Tietê. O que faz o município ter a alcunha de "Cidade Natureza".[5]

Seus limites são Santa Isabel a norte e nordeste, Mogi das Cruzes a sudeste, Itaquaquecetuba a sul e Guarulhos a oeste e noroeste. Localiza-se a uma altitude de 755 metros.

Condomínios

O município de Arujá possui diversos condomínios de classe média e classe alta. De acordo com a prefeitura local, existem oito condomínios registrados com mais de duas mil residências.

A criação dos primeiros condomínios ocorreu por volta dos anos 50, influenciada pela inauguração da Rodovia Presidente Dutra. Outros motivos que levaram a classe média e a classe alta a migrar para Arujá foram os problemas de trânsito e de segurança nos lugares onde habitavam. A maior parte desses condomínios era, anteriormente, apenas chácaras de final de semana. Com o tempo, as administrações municipais tomaram a decisão política de aprovar somente condomínios de alto padrão. Diferentemente de um dos seus municípios vizinhos, Itaquaquecetuba optou por loteamentos mais simples, voltados para as classes populares. Há a previsão de construção de 500 casas de alto padrão em condomínios até 2010.

Índice de pobreza

Arujá é o município mais rico da Região do Alto Tietê de acordo com a Fundação Seade e o Instituto do Legislativo Paulista da Assembleia Legislativa dos Estado de São Paulo. O município integra o grupo dois na pesquisa que integra todos os 645 municípios do Estado de São Paulo, neste grupo está incluído os municípios mais ricos e também inclui na Região do Alto Tietê os municípios de Mogi das Cruzes e Suzano. A lista é elaborada com base nos indicadores sociais de cada município.[7]

População idosa

O município de Arujá e considerado o melhor da Região do Alto Tietê em relação a qualidade de vida dos idosos, ocupando a 167º lugar do ranking estadual paulista. Os dados são do Índice Futuridade elaborado pela Fundação SEADE e pela Secretaria Estadual de Assistência e Desenvolvimento Social. Odesenvolvimento dessa ferramenta teve a colaboração de um grupo consultivo formado por especialistas nas mais diversas áreas de atenção do idoso, que contribuíram para a elaboração de instrumentos para realizar ações voltadas aos idosos e sensibilização em relação ao processo de envelhecimento entre os paulistas.

Demografia

Dados do Censo - 2000

População total: 59.185

Urbana: 56.630

Rural: 2.555

Homens: 29.514

Mulheres: 29.672

Densidade demográfica (hab./km²): 607,65

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 21,11

Expectativa de vida (anos): 68,64

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,20

Taxa de alfabetização: 92,13%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,788

IDH-M Renda: 0,745

IDH-M Longevidade: 0,727

IDH-M Educação: 0,893

(Fonte: IPEADATA)

Hidrografia

Rio Parateí

Rio Jaguari

Rio Baquirivu-Guaçu

Rodovias

SP-56 - Rodovia Albino Rodrigues Neves (trecho Arujá-Santa Isabel), Rodovia Alberto Hinoto (trecho Arujá-Itaquaquecetuba);

SP-70 - Rodovia Ayrton Senna - não corta o município, mas é acessada via Itaquaquecetuba;

SP-88 - Rodovia Pedro Eroles (Mogi-Dutra);

BR-116 - Rodovia Presidente Dutra.

Distâncias

37 Km da Capital, São Paulo

 

História

Arujá teve sua origem em 1781, com a construção de uma capela dedicada ao Senhor Bom Jesus de Arujá. Através do Decreto Estadual nº 9.775/38, Arujá foi incorporado ao Município de Santa Isabel.

A capela do Senhor Bom Jesus de Arujá foi ereta em capela curada em 3 de julho de 1839, tendo obtido nesta mesma ocasião as provisões de ereção e bênção.

Em 8 de junho de 1852, por Lei sancionada por Hipólito José Soares, presidente da Província de São Paulo, cuja Lei tomou o nº 4, sendo sancionada nessa mesma data. Nessa época Arujá pertencia ao vizinho Município de Mogi das Cruzes. A data oficial do “Dia do Município” é o de 8 de junho, reconhecido pelo governo estadual através da publicação no Diário Oficial do Estado do dia 27 de janeiro de 1967, Decreto nº 47.664, de 26 de janeiro de 1967 e Lei Municipal nº 21/61, de 21 de setembro de 1961.

A data oficial do Padroeiro da Cidade “Senhor Bom Jesus de Arujá”, 06 de agosto, foi determinada pela Lei Municipal nº 01/62, de 12 de abril de 1962.

Em 18 de fevereiro de 1959 foi sancionada pelo DD. Presidente da Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo, Francisco Franco, a Lei Estadual nº 5.285, elevando Arujá à Município.

Atendendo aos dispositivos da Constituição Estadual de 1959, a instalação solene do Município de Arujá realizou-se em 1º de janeiro de 1960, sob a presidência do MM. juiz de direito da Comarca de Santa Isabel, Doutor Jacintho Elias Rocha Brito.

Em 9 de abril de 1985 a cidade adota pela Lei Municipal nº 634/85 o cognome Cidade Natureza.

Existem várias interpretações para o nome Arujá, mas a interpretação que prevaleceu como oficial foi a de Teodoro Sampaio, na sua obra, O Tupi na geografia nacional (1928), “abundantes de peixinhos barrigudinhos ou guarus”, o que pode ser cardumes de guarus.

Aniversário da Cidade 01 de Janeiro

Fundação: 8 de junho de 1959

Gentílico: arujaense

 

Administração

Prefeito:ABEL JOSE LARINI

 

Site da cidade

http://www.aruja.sp.gov.br/

 

Fonte

http://pt.wikipedia.org/wiki/Aruj%C3%A1

http://www.ferias.tur.br/informacoes/8924/aruja-sp.html

 
MAIS SOBRE Arujá:
 
Deixe seu Comentário
 
 
COMETÁRIOS SOBRE Arujá:
 
 
Seções: A01 - Est. Turísticas | A02 - Est. Balneárias | A03 - Est. Climáticas | A04 - Est. Hidrominerais | C01 - Bauru | C02 - Campinas | C03 - Itapetininga | C04 - Mogi das Cruzes | C05 - Presidente Prudente | C06 - Ribeirão Preto | C07 - Santos | C08 - São Carlos | C09 - São José do Rio Preto | C10 - São José dos Campos | C12 - Sorocaba | C13 - Taubaté | D - MÚSICAS | E - BLOG DO JOÃO |
Portal: Inicial | Quem Somos | Como Anunciar | Fale Conosco | Enviar Email |

© Interior SP - Cidades. Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvimento: UPWEB Internet Solutions