Busque sua Cidade
 
Inicial
 
Seções
A01 - Est. Turísticas
A02 - Est. Balneárias
A03 - Est. Climáticas
A04 - Est. Hidrominerais
C01 - Bauru
C02 - Campinas
C03 - Itapetininga
C04 - Mogi das Cruzes
C05 - Presidente Prudente
C06 - Ribeirão Preto
C07 - Santos
C08 - São Carlos
C09 - São José do Rio Preto
C10 - São José dos Campos
C12 - Sorocaba
C13 - Taubaté
D - MÚSICAS
E - BLOG DO JOÃO
 
Portal
Quem Somos
Como Anunciar
Fale Conosco
Enviar E-mail
 
São Vicente

Município Estância Balneária, conhecido como Célula Mater da Nacionalidade, Cidade Monumento da História Pátria e berço da Democracia das Américas. São Vicente foi a primeira vila fundada no Brasil e a primeira implantada legalmente nas Américas. Dela partiram as primeiras expedições bandeirantes para o sertão e onde implantaram-se as bases da economia brasileira  com a construção dos primeiros engenhos de açúcar e a criação de gado. Atualmente, São Vicente é o centro geográfico das cidades da Baixada Santista e possui indústrias de grande expresão. O município possui parte de suas terras no Continente e outra parte da Ilha de São Vicente, que abriga também o Município de Santos.

Parte do município se estende pelo continente, em duas porções distintas: o bairro de Japuí, ligado à cidade por uma ponte construída em 1914 pelo engenheiro  Saturnino de Brito no caminho que ruma a Praia Grande, e o distrito de Samaritá, que inclui também os bairros do Conjunto Humaitá, Parque Continental, Parque das Bandeiras, Jardim Rio Branco, Samaritá, Vila Ema e o Quarentenário, situados ao longo da Rodovia Padre Manuel da Nóbrega, entre Cubatão, Praia Grande e os contrafortes da Serra do Mar.

Geografia

A população estimada em 2006 era de 329 370 habitantes e a área é de 148 km², o que resulta numa densidade demográfica  de 2123,73 hab/km².

Foi a primeira vila fundada pelos portugueses na América, em 1532. Hoje, a cidade, situada na metade ocidental da Ilha de São Vicente, que compartilha com Santos, baseia a sua economia no comércio e turismo.

Praias

Sem dúvida o grande atrativo da cidade para os visitantes são as praias. A cidade possui cinco praias:

* Praia do Itararé

* Praia dos Milionários

* Praia de São Vicente (mais conhecida como praia do Gonzaguinha)

* Praia de Paranapuã

* Praia de Itaquitanduva

Hidrografia

Entre os acidentes físicos hidrográficos destacam-se no município: a Baía de São Vicente; a Baía de Santos; o Mar Pequeno; os rios: Bugres, Piassubuçú, Branco, Cacheta, Emídio, Cruz, Cobras, Cubatão, Cubatão de Baixo, Cubatão de Cima, Pilões, Branco de Cima, Acarau de Baixo, Acarau de Cima, Tapuá, Santana, Guaramar e Pompeba; os córregos: Divisa e Mãe Maria, o Ribeirão Cagecas, a Cachoeira de Itu e o Canal Barreiros.

Uma das características da região é a alta taxa de umidade relativa durante todo o ano, sempre superior a 80%. Essa taxa tão elevada resulta de intensa evaporação e das constantes inversões de massa de ar de origem polar associado ao relevo escarpado. As temperaturas médias durante o verão são em torno de 24°C; no inverno em torno dos 17°C.

Vias de ligação

A região da Baixada Santista é ligada à Grande São Paulo por rodovia através do Sistema Anchieta – Imigrantes. A Rodovia dos Imigrantes atinge o Município, cruzando a área da ilha urbana e seguindo em direção à Praia Grande pela transposição do Canal dos Barreiros através da Ponte do Mar Pequeno. Em direção ao Litoral Sul, partindo da Rodovia dos Imigrantes, tem-se a Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, que corta toda a porção Continental do Município entre Serra do Mar e a planície de Samaritá. O Município é cortado de leste a oeste na ilha e na parte continental pelas linhas da Ferrovia Paulista (FEPASA), que em direção a oeste, interliga São Vicente com Praia Grande, Mongaguá, Itanhaém e Peruíbe; em direção a leste com Santos e em direção ao norte, chega ao Planalto Paulistano, ao sul da Grande São Paulo, em Embu-Guaçu.

Rodovias

* SP-55

* SP-160

Demografia

O Território do Município de São Vicente integra a complexa planície sedimentar da Baixada Santista, formada pelas planícies de Praia Grande e Bertioga. Estas planícies apresentam morros isolados na ilha de São Vicente (Santos/São Vicente) e de Santo Amaro (Guarujá), sendo delimitada pela linha de costa, e em sua porção interior, pelas cristas da escarpa da Serra do Mar.

Igreja Católica

O município pertence à Diocese de Santos.

COMO CHEGAR

Partindo de São Paulo: Rodovia dos Imigrantes e Rodovia Anchieta.

Localização

Município da Região Metropolitana de São Paulo, no Litoral Sul - Baixada Santista.

Limites

Santos, Cubatão, São Bernardo do Campo, Praia Grande, Mongaguá, Itanhaém, São Paulo e Oceano Atlântico.

Acesso Rodoviário

SP-150 - Rodovia Anchieta

SP-160 - Rodovia dos Imigrantes

Distâncias

São Paulo - 73 km, Praia Grande - 7 km, Santos - 5 km.

 

História

Martim Afonso de Sousa não veio diretamente para São Vicente. Em janeiro de 1531, ele chegou a Pernambuco e, dali, mandou um mensageiro voltar a Portugal levando notícias ao Rei, enquanto seguia para o Sul. Aportou na Bahia, onde se encontrou com o famoso Caramuru. De acordo com os registros, em 30 de abril de 1531 ele chegava à Baía da Guanabara, onde mandou construir uma casa forte e instalar uma pequena ferraria para reparo das naus. Em 1º de agosto, a expedição continuou seu caminho, e em 20 de janeiro de 1532, a esquadra vê surgir a Ilha de São Vicente. Porém, o mau tempo impediu a entrada dos navios na barra e a descida à terra firme só aconteceu no dia 22 de janeiro. Coincidentemente, nesse mesmo dia, 30 anos antes, a expedição do também navegador português, Gaspar Lemos, havia chegado aqui e batizado o local como São Vicente, em homenagem a São Vicente Mártir. Martim Afonso de Sousa, católico fervoroso, ratificou o nome. Isso porque, logo após a sua chegada, ele adotou as medidas recomendadas pelo Rei de Portugal e organizou um sistema político-administrativo nas novas terras. Assim, após batizar o local oficialmente como Vila de São Vicente, Martim Afonso de Sousa instalou aqui a Câmara, o Pelourinho, a Cadeia e a Igreja, símbolos da colonização e bases da administração portuguesa. Para São Vicente, o título de Vila representava mais benefícios para o povo, já que esse era o termo utilizado pelos portugueses para designar uma cidade organizada. É desse fato que deriva o título vicentino de Cellula Mater da Nacionalidade, ou Primeira Cidade do Brasil. Pela importância estratégica do local, Martim Afonso de Sousa coordenou, em 22 de agosto de 1532, as primeiras eleições populares das Três Américas, instalando a primeira Câmara de Vereadores do continente. Por esse motivo, São Vicente é considerado como o berço da democracia americana. O navegador português também foi o primeiro a implantar a reforma agrária no Brasil, quatro séculos antes desse tema movimentar a classe política e a sociedade. Ao mesmo tempo, plantou a semente da industrialização e do desenvolvimento agrícola que fez com que, por volta do ano de 1600, São Vicente fosse conhecido como o celeiro do País.

Significado do Nome

Martim Afonso de Sousa, chegou em 22 de janeiro de 1532. Ele foi enviado pela Coroa Portuguesa para constituir a primeira Vila do Brasil e resolveu batizá-la reafirmando o nome do santo daquele dia, São Vicente, pois era reconhecidamente um católico fervoroso.

Fundação: 22 de janeiro de 1532 (478 anos)

Gentílico: vicentino ou calunga

 

Administração

* Prefeito: LUIS CLAUDIO BILI LINS DA SILVA

 

Turismo

São Vicente oferece 3,6 km de praias. Algumas como ItSararé e Gonzaguinha , são bastante movimentadas. Outras, continuam quase inexploradas, escondendo mistérios da natureza e da história da cidade.

A vista de A Ilha Porchat continua sendo um dos pontos turísticos de maior beleza da região. Com lazer para todos os gostos e vida noturna intensa, a Ilha abriga bares, boates, discotecas, hotéis, restaurantes.

Com uma baía espaçosa e de águas calmas permite a pratica de esportes náuticos como iatismo, windsurf, esqui aquático e jet ski.

A Ponte Pênsil, um dos postais de São Vicente, foi a primeira ponte montada e idealizada no Brasil em 1914.

São Vicente oferece, além de diversão noturna através de bares, restaurantes conta também com cinema, shopping, museus, parques, clubes e muito mais.

Principais Pontos Turísticos

Praia do Gonzaguinha

Com 800 metros de extensão, a Praia do Gonzaguinha fica entre o Marco Padrão e a Praia dos Milionários. Situada em uma baía espaçosa e de águas calmas, a praia tem sido muito procurada pelos praticantes de esportes náuticos, como iatismo, windsurf, esqui aquático e jet ski. Sete quiosques com cobertura de piaçava estão instalados ao longo do calçadão, onde também existem espaços verdes, bancos e decks de madeira para acesso à areia. Na praia também existe um píer de onde saem passeios diários de escuna pela baía de São Vicente, ilhas e imediações.

Praia do Itararé

Com 2.400 metros de extensão, a Praia do Itararé está situada entre a Ilha Porchat e a Ilha Urubuqueçaba. A maior e uma das mais agitadas praias de São Vicente, ela se transforma no principal local de concentração dos jovens durante o verão, principalmente por suas formações de ondas propícias à prática do surfe. Na orla, existem 46 quiosques, com 92 boxes, que comercializam petiscos e bebidas aos frequentadores. No local, foi implementado um complexo de lazer, com calçadão, iluminação, jardinagem e quadras de esportes.

Praia de Itaquitanduva

Mais distante de todas as praias vicentinas, a Praia de Itaquitanduva tem 300 metros de extensão e fica atrás do Morro do Xixová, abaixo do Pico do Itaipu. Isolada e praticamente deserta, a praia é reduto dos surfistas experientes, já que é conhecida por suas grandes ondas. O acesso à praia é difícil e só pode ser feito a pé, mas a paisagem quase selvagem, dominada pela Mata Atlântica, compensa a caminhada. Para chegar, basta seguir a Avenida Tupiniquins na saída da Ponte Pênsil (sentido Japuí) e entrar à esquerda na Rua Caetano Cardamone. Apesar de pequena, a praia se divide naturalmente, por meio de formações de rochedos, em três trechos. O primeiro é ideal para o surfe, o segundo atrai os amantes da pesca e o terceiro é propício ao banho de mar.

Praia dos Milionários

Com 200 metros de extensão, a Praia dos Milionários está situada junto às pedras da Ilha Porchat e é a mais tranquila das praias vicentinas. Sua beleza é realçada pelos rochedos à sua esquerda, que propiciam, além de agradável lugar para a prática da pesca, uma bela vista da baía de São Vicente e da Ponte Pênsil. Na praia também é possível alugar barcos para passeios que se tornam uma boa opção para a prática do mergulho.

Ponte Pênsil

Marco do desenvolvimento do Litoral Paulista. De expressão e beleza sem par a Ponte Pênsil é conhecida internacionalmente. Representa um dos mais bonitos cartões postais da Cidade.

Curtume

Construído na encosta do Morro do Paranapuã, o Curtume pode ser visto de longe e continua atraindo a atenção de quem passa, pela beleza da mata ao redor. No caminho, entre árvores, estão as casas onde antigamente moravam os funcionários que trabalhavam no local. Os produtos resultantes da curtição do couro eram comercializados em todo o Brasil e também no exterior, levando o nome de São Vicente a outros países. Hoje, a construção que se encontra dentro do Parque Estadual Xixová-Japuí, está em estado precário de conservação. Fica na Avenida Tupiniquins, s/n, no Japuí.

Centro Cultural da Imagem e do Som - Cine 3D

O complexo abriga um cinema para 63 lugares, o Espaço Cultural Francisco Rienzi, com livros, discos de vinil e Cd’s, além de um espaço para exposições. Foi inaugurado em 22 de Janeiro de 2000. Localiza-se no Parque Ipupiara.

Morro da Asa Delta

Freqüentado por adeptos de esportes radicais, o Morro do Voturuá é o ponto de partida de vôos de asa delta e de paraglider. Para quem gosta de emoção e belas vistas, os passeios aéreos que saem do Voturuá têm como sua principal atração a vista privilegiada de todas as praias da cidade. Durante o vôo, o visitante poderá avistar alguns dos municípios vizinhos de São Vicente. Fica na Av. Juiz de Fora, s/n - Vila Voturuá.

Morro dos Barbosas

A maior Bandeira Brasileira de todo o mundo fica hasteada permanentemente no Morro dos Barbosas, em São Vicente. É possível avistar a bandeira de quase todos os pontos da cidade e inclusive dos municípios vizinhos. Mais do que uma atração turística, a gigantesca Bandeira Brasileira mostra o sentimento de nacionalismo que existe em São Vicente, onde o Brasil começou a dar seus primeiros passos. A visita pode ser feita através da Rua do Colégio, no Centro, altura da Rua Henrique Ablas, com acesso pela Rua Luiz Vaz de Camões.

Igreja Matriz

O primeiro prédio a abrigar a Igreja Matriz foi construído por Martim Afonso de Sousa, em 1532, próximo à praia onde aconteceu a fundação oficial da Vila de São Vicente. A construção foi destruída por um maremoto, que varreu a cidade em 1542. A segunda sede foi erguida pelo povo em local mais distante do mar, mas foi destruída por piratas que atacaram São Vicente para saquear o comércio e as casas. Em 1757, a atual igreja foi construída sobre as ruínas da anterior, onde permanece até hoje. Seu nome é uma homenagem a São Vicente Mártir, santo que deu nome à cidade e é seu padroeiro.

Horto Municipal de São Vicente

Situado no Parque Ecológico Voturuá, o Horto Municipal tem cerca de 800 mil metros quadrados e conta com trilhas ecológicas dentro da Mata Atlântica (uma das últimas reservas dentro da zona urbana da cidade), além de um minizoológico, quiosques, viveiros e estufas. O Parque também abriga o Museu do Escravo, que reúne cerca de 800 peças que retratam o período da escravidão no Brasil, e o Restaurante Africano, que serve pratos típicos daquele continente. Eventos de todo tipo são realizados no local, como a Festa do Morango e a Expoflor de Holambra. Fica na Avenida Juiz de Fora, s/n, Vila Voturuá.

Marco Padrão

O Marco Padrão foi inaugurado em 1933, em comemoração aos 400 anos da Fundação de São Vicente. Oferecido pela colônia portuguesa, encontra-se dentro de uma ilhota na Praia do Gonzaguinha e é conhecido como Pedra do Mato.

Mercado Municipal

Construído em 1729, funcionou cerca de 186 anos como a Primeira Câmara Municipal. No prédio também funcionavam a Cadeia e o quartel da Polícia. Porém, desde 1870 São Vicente já necessitava de um posto central de abastecimento, pois todo o comércio era realizado por alguns armazéns, pequenas quitandas e vendedores ambulantes. Por isso, em 1929, o local foi transformado em Mercado Municipal, onde funcionam atualmente 16 boxes.

Rua Japão

Inaugurada em agosto de 1998, a Praça Kotoku Iha caracteriza-se hoje como um marco da Rua Japão, que ficou conhecida como um núcleo de pescadores. A idéia de transformar o local em um recanto japonês partiu da união de São Vicente com a cidade de Naha.

Biquinha de Anchieta

O Morro dos Barbosas possuía três nascentes. Uma delas, a Fonte do Povoado, hoje a Biquinha, tornou-se famosa por ser cenário das meditações e aulas de catecismo de José de Anchieta. A praça é referência também pela Feira de Doces.

Porto das Naus

Localizado próximo à Ponte Pênsil, foi o primeiro trapiche (atracadouro de madeira em estacas) alfandegário do Brasil, isto é, o primeiro ponto de comércio entre os navios que chegavam à região. Funcionou como posto de trocas e foi instalado oficialmente por Martim Afonso de Sousa, em 1532. Em 1580, foi construído em sua retaguarda o Engenho de Açúcar de Jerônimo Leitão. Em 1615, o engenho foi destruído por corsários holandeses, comandados pelo famoso pirata Joris Van Spilbergen. Foi tombado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arqueológico e Turístico (Condephaat) em 1977.

Parque Ipupiara

Localizado na Praça 22 de Janeiro, em frente à Biquinha de Anchieta, o parque conta com 8.170 metros quadrados de áreas verdes, monumentos e equipamentos de lazer. O local tem playground, gruta com cascata, jardim gramado, sanitários e lanchonete, além do Cine 3D - Túnel do Tempo, primeiro anfiteatro tridimensional da América Latina, com 75 lugares e entrada franca. As laterais desse auditório mostram uma seqüência de fotos, semelhante a fotogramas, com cenas da Encenação da Chegada de Martim Afonso de Sousa a São Vicente, valorizando o aspecto histórico da Cidade.

Casa do Barão

Construída no fim do século XIX, abriga o Instituto Histórico e Geográfico e a Biblioteca Municipal. Possui um acervo de 1.380 peças. O endereço para visitas é Rua Frei Gaspar, 280, no Centro. A casa funciona de terça a domingo, das 15 às 19 horas e tem entrada franca.

Vila de São Vicente

O local reproduz a arquitetura, usos e costumes da Primeira Cidade Brasileira. No parque, os visitantes poderão conhecer o cotidiano colonial do século XVI em diversos espaços culturais que homenageiam importantes personagens da história vicentina e brasileira. Lojas e tavernas também reproduzem o estilo da época da fundação da vila. O Parque Cultural Vila de São Vicente fica aberto de terça-feira a domingo, das 10 às 22 horas, com entrada franca. O endereço é Praça João Pessoa s/n, no Centro, ao lado da Igreja Matriz.

Teleférico

O Teleférico de São Vicente, ligando a Praia do Itararé ao Morro do Voturuá, já se transformou em mais uma opção de lazer para a população e visitantes. Não há turista que visite a Cidade e não se interesse em realizar o passeio. É uma oportunidade de avistar paisagem de rara beleza, até então inédita da orla, porque antes da entrega do equipamento era privilégio apenas dos aficionados por asa-delta e paraglider, que utilizavam o pico do morro para suas decolagens. Do alto, se avistam toda a Praia do Itararé, a Ilha Porchat e parte da Praia do José Menino, em Santos. Seis torres de ferro sustentam o equipamento (cinco no Morro do Voturuá e uma na orla), atravessando 750 metros de extensão entre as duas bases de embarque e desembarque, chegando a uma altura de 180 metros.

Ilha Porchat

Sua localização privilegiada entre as praias do Itararé e Gonzaguinha dão à Ilha Porchat a característica de ter a vista das duas principais praias da cidade: Gonzaguinha (na Baía deSão Vicente) e Itararé (no Oceano Atlântico). Na Ilha localizam-se alguns dos bares e discotecas mais badalados de toda a região. A Ilha Porchat fica no início da Avenida Manoel da Nóbrega, após cruzamento com a Av. Presidente Wilson.

Casa Martim Afonso

A casa, construída em 1895 pelo Barão de Piracicaba, abriga o Museu Histórico. Em seu interior ainda encontram ruínas da 1ª construção de alvenaria do Brasil, que hospedou Martim Afonso de 1532 à 1533.  A Casa Martim Afonso fica na Rua Martim Afonso, 24, no Centro, e funciona de terça a domingo, das 15 às 21h30. A entrada é gratuita.

Calçadão do Gonzaguinha

Durante as noites, o calçadão da Praia do Gonzaguinha costuma ser o local preferido entre os jovens e aqueles que procuram se divertir à beira-mar. Com iluminação nova, o Gonzaguinha se tornou o ponto de encontro dos vicentinos e turistas que visitam a cidade. No local, existem ainda quiosques e o Ponto de Informações Turísticas. Sua extensão vai desde o princípio da Biquinha até o Píer do Careca’s.

Câmara Municipal de São Vicente

Instalada em 22 de janeiro de 1532, no local onde hoje se encontra o Mercado Municipal, foi a primeira Câmara das Américas, dando a São Vicente o título de “Berço da Democracia”. A primeira eleição foi realizada em 22 de agosto de 1532.

Memorial 500 anos

Uma das mais belas vistas da praia de São Vicente está no Memorial dos 500 anos, que fica localizado no alto da Ilha Porchat (próximo ao Terraço). Não apenas a vista do local é atrativa. A plataforma, projetada pelo mundialmente famoso arquiteto Oscar Niemeyer, tem uma design que chama atenção por sua beleza e linhas arrojadas. A ponta da plataforma do memorial aponta para o Congresso Nacional, em Brasília. Fica na Alameda Paulo Gonçalves, s/n – no topo da Ilha Porchat.

EVENTOS

Janeiro

22 - Patrono da Cidade: São Vicente Mártir

22 - Aniversário da Cidade

- Encenação da Fundação da Vila de São Vicente

- Agita Verão - Apresentações na Praia do Itararé

Fevereiro

- Carnaval Municipal - com desfile oficial das escolas de samba, trios elétricos, bandas e blocos carnavalescos.

Março

08 - A 1ª Festa da Uva é a atração do mês no Horto Municipal de São Vicente, (Avenida Juiz de Fora, s/n – Vila Voturuá). Com entrada gratuita, evento oferece doces, vinhos, artesanatos, entre outros produtos. Acontece em todos os finais de semana até o dia 23, das 10 às 19 horas, com funcionamento especial na Sexta-Feira Santa (21/03). Serão 40 expositores trazendo produtos feitos com a fruta, como doces e vinhos, além de artesanatos, trabalhos feitos com madeira, bijuterias, bordados, brinquedos, livros infantis, pinturas e resinas. A festa conta com o apoio da Prefeitura Municipal de São Vicente e é promovida pela Associação de Paes e Amigos dos Excepcionais de São Vicente (APAE).

Maio

- Feira de Educação, Ciência, Tecnologia e Cultura.

21 - Aniversário da Ponte Pênsil Saturnino de Brito

Junho

- Procissão de São Pedro Pescador

Junho/Julho

28 à 28 - Festa do Morango, no Horto Municipal - Toneladas de morango in natura ou transformados em bolos, tortas e demais delícias estarão à disposição do público na Festa do Morango no Horto Municipal.

Julho

- Festival Gastronômico de Inverno

01 - Jantar de Inverno do Fundo Social de Solidariedade

14 - Aniversário do Mercado Municipal

19 - Aniversário do Parque Cultural Vila de São Vicente

Agosto

15 - Padroeira da Cidade: Nossa Senhora da Assunção

Setembro

07 - Desfile Municipal em comemoração à Indepêndencia do Brasil

21 - Aniversário do Horto Municipal

Dezembro

- Reveillon

 

Site da cidade

 

http://www.saovicente.sp.gov.br

 

Fonte

http://www.ferias.tur.br/informacoes/9678/sao-vicente-sp.html

http://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%A3o_Vicente_%28S%C3%A3o_Paulo%29

http://www.saovicente.sp.gov.br/

http://citybrazil.uol.com.br/sp/saovicente/index.php

 
MAIS SOBRE São Vicente:
 
Deixe seu Comentário
 
 
COMETÁRIOS SOBRE São Vicente:
 
14/12

mostrar a praia são vicente

Enviado por ANONIMO às 08h59
 
Seções: A01 - Est. Turísticas | A02 - Est. Balneárias | A03 - Est. Climáticas | A04 - Est. Hidrominerais | C01 - Bauru | C02 - Campinas | C03 - Itapetininga | C04 - Mogi das Cruzes | C05 - Presidente Prudente | C06 - Ribeirão Preto | C07 - Santos | C08 - São Carlos | C09 - São José do Rio Preto | C10 - São José dos Campos | C12 - Sorocaba | C13 - Taubaté | D - MÚSICAS | E - BLOG DO JOÃO |
Portal: Inicial | Quem Somos | Como Anunciar | Fale Conosco | Enviar Email |

© Interior SP - Cidades. Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvimento: UPWEB Internet Solutions