Busque sua Cidade
 
Inicial
 
Seções
A01 - Est. Turísticas
A02 - Est. Balneárias
A03 - Est. Climáticas
A04 - Est. Hidrominerais
C01 - Bauru
C02 - Campinas
C03 - Itapetininga
C04 - Mogi das Cruzes
C05 - Presidente Prudente
C06 - Ribeirão Preto
C07 - Santos
C08 - São Carlos
C09 - São José do Rio Preto
C10 - São José dos Campos
C12 - Sorocaba
C13 - Taubaté
D - MÚSICAS
E - BLOG DO JOÃO
 
Portal
Quem Somos
Como Anunciar
Fale Conosco
Enviar E-mail
 
Guapiaçu

Geografia

Localiza-se a uma latitude 20º47'42" sul e a uma longitude 49º13'13" oeste, estando a uma altitude de 505 metros. Sua população estimada em 2004 era de 15.844 habitantes.

CARACTERÍSTICAS

Guapiaçu é um município privilegiado. Tem o ar e a simpatia de cidade pequena do interior e possui equipamentos e patrimônios que pouco ficam a dever aos grandes centros. Se precisar, sua população de menos de 15 mil habitantes está próxima de São José do Rio Preto, o principal centro urbano da região. Faz divisa ainda com Onda Verde, Altair, Olímpia, Uchoa e Cedral. 
O município fica distante da capital 456 km. Seus 323 km² abrigam indústrias de grande porte, extensa rede de comércio e prestadores de serviços e rica atividade agropecuária.
Na área de lazer, realiza uma das mais tradicionais festas do peão do interior paulista.
Para coroar, até o clima tropical ajuda. A temperatura média é de 22 a 23 graus. Conheça Gupiaçu. Vale a pena.

Clima

Tropical

Temperatura Média

24°C

Demografia

Dados do Censo - 2000

População total: 14.086

Urbana: 11.882

Rural: 2.204

Homens: 7.165

Mulheres: 6.921

Densidade demográfica (hab./km²): 43,33

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 8,28

Expectativa de vida (anos): 75,91

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,11

Taxa de alfabetização: 90,26%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,817

IDH-M Renda: 0,741

IDH-M Longevidade: 0,849

IDH-M Educação: 0,860

(Fonte: IPEADATA)

Rodovias

SP-425

BR-265

Distâncias

456 km da Capital

HISTÓRIA DA CIDADE

Antigo povoado de Ribeirão Claro, Guapiaçu ganhou título de Distrito de Paz em 1927, com a lei número 2215, mas só foi instalado em 18 de março do ano seguinte.
A história registra que os primeiros povoadores surgiram no final do século 19. Construíram casas de pau a pique em um pequeno descampado, mais tarde denominado Largo da Igreja. No local, ergueram um cruzeiro, ao lado do qual foi erguida uma pequena capela.
Os primeiros moradores deram ao lugar o nome de São Sebastião do Rio Claro, nome do rio que passava 500 metros abaixo do largo.
Nenhum historiador ou estudioso conseguiu, até hoje, precisar quem foi o fundador do povoado.
Aceita-se a versão, não comprovada, de que o fundador teria sido o coronel José Batista de Lima, grande proprietário de terras na época. Em sua homenagem, moradores antigos ergueram uma estátua de seu busto, na atual praça de São Sebastião.
Oficialmente, sabe-se que o doutor Álvaro Pereira Guedes, agrimensor que morava em São José do Rio Preto, conseguiu, por meio de carta de adjudicação, a posse do quinhão número 24, com uma área de 23 alqueires e 22.465 m², encravada na fazenda Ribeirão Claro, de Venturosa Maria de Jesus.
A carta de adjudicação foi registrada no Cartório Imobiliário da Comarca sob o número 13.193, em 15 de agosto de 1919.
Com o título das terras registradas, doutor Guedes elaborou uma planta de loteamento, reservando uma área no largo da igreja com 113 por 115 m² para doação ao Patrimônio de São Sebastião do Ribeirão Claro. As informações constam do registro número 14.441, de 10 de outubro de 1919.
O antigo largo da igreja é a atual praça São Sebastião, onde está a Igreja Matriz da cidade.
O povoado teve várias denominações desde então: Vila São Sebastião, Nova Petrópolis, São Sebastião do Ribeiro Claro, Ribeirão Claro e Guapiaçu. As denominações oficiais foram somente Ribeirão Claro e Guapiaçu.
Guapiaçu foi elevado à categoria de paróquia de São Sebastião do Ribeirão Claro por um decreto de 14 de fevereiro de 1931, em vigor desde 05 de julho de 1932. O decreto foi assinado pelo bispo dom Lafaieti Libânio. A paróquia foi entregue ao vigário Henrique Ronchant.
A Igreja Matriz foi inaugurada no final de 1938. O vigário era padre Ovídio Simon.
O lugar foi denominado Guapiaçu pela lei 4334, de 30 de novembro de 1944, em vigor a partir de 1.º de janeiro de 1945.
A elevação a município, na mesma comarca, com sede na vila de mesmo nome e com território desmembrado de respectivo distrito, aconteceu em 30 de novembro de 1953, com a lei 2456, em vigor a partir de 1.º de janeiro de 1955. Como município, foi constituído do distrito de Guapiaçu.

Significado do Nome

Guapiaçu , em tupi-guarani, significa Águas Claras.

Aniversário da Cidade 30 de novembro

Fundação: 1 de dezembro de 1959

Gentílico: guapiaçuense

Administração

Prefeito:    CARLOS CESAR ZAITUNE

 

EVENTOS

Calendário Festivo é Rico

- Guapiaçu tem pelo menos três festas tradicionais, já incorporadas ao calendário da região: a do Peão Boiadeiro, a de São Sebastião, padroeiro da cidade, e a do Carnaval de rua.

Festa do Peão Boiadeiro    
- É uma das mais tradicionais da região noroeste paulista. Realizada pela primeira vez na década de 60, todos os anos em agosto atrai milhares de turistas para a cidade. Não é para menos. Além das atrações de montarias, inclui shows com grandes artistas nacionais e dá prêmios milionários, como carros e motos.

Festa de São Sebastião

- A mais antiga festa do município, em homenagem ao seu padroeiro, São Sebastião, é realizada todo ano no mês de fevereiro. Reúne milhares de pessoas, incluindo turistas, em atos religiosos como procissão e animadas quermesses.

Carnaval

- Guapiaçu festeja o Carnaval com festas de salão e de rua. O Carnaval aberto, realizado nas ruas centrais da cidade, atrai foliões de cidades vizinhas. Um dos blocos mais tradicionais é o Barões Libertos.

Fontes

http://pt.wikipedia.org/wiki/Guapiaçu

http://www.guapiacu.sp.gov.br/

http://www.ferias.tur.br/informacoes/9164/guapiacu-sp.html

 
MAIS SOBRE Guapiaçu:
 
Deixe seu Comentário
 
 
COMETÁRIOS SOBRE Guapiaçu:
 
 
Seções: A01 - Est. Turísticas | A02 - Est. Balneárias | A03 - Est. Climáticas | A04 - Est. Hidrominerais | C01 - Bauru | C02 - Campinas | C03 - Itapetininga | C04 - Mogi das Cruzes | C05 - Presidente Prudente | C06 - Ribeirão Preto | C07 - Santos | C08 - São Carlos | C09 - São José do Rio Preto | C10 - São José dos Campos | C12 - Sorocaba | C13 - Taubaté | D - MÚSICAS | E - BLOG DO JOÃO |
Portal: Inicial | Quem Somos | Como Anunciar | Fale Conosco | Enviar Email |

© Interior SP - Cidades. Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvimento: UPWEB Internet Solutions