Busque sua Cidade
 
Inicial
 
Seções
A01 - Est. Turísticas
A02 - Est. Balneárias
A03 - Est. Climáticas
A04 - Est. Hidrominerais
C01 - Bauru
C02 - Campinas
C03 - Itapetininga
C04 - Mogi das Cruzes
C05 - Presidente Prudente
C06 - Ribeirão Preto
C07 - Santos
C08 - São Carlos
C09 - São José do Rio Preto
C10 - São José dos Campos
C12 - Sorocaba
C13 - Taubaté
D - MÚSICAS
E - BLOG DO JOÃO
 
Portal
Quem Somos
Como Anunciar
Fale Conosco
Enviar E-mail
 
Riolândia

Geografia

Demografia

Dados do Censo - 2000

População total: 8.560

Urbana: 6.860

Rural: 1.700

Homens: 4.773

Mulheres: 3.787

Densidade demográfica (hab./km²): 13,57

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 22,39

Expectativa de vida (anos): 68,07

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,90

Taxa de alfabetização: 83,41%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,737

IDH-M Renda: 0,685

IDH-M Longevidade: 0,718

IDH-M Educação: 0,807

(Fonte: IPEADATA)

Hidrografia

Rio Grande

Rio Turvo

Rodovias

SP-322

SP-479

HISTÓRIA DA CIDADE

As terras do município de Riolândia foram inicialmente habitadas pelos índios caiapós e o povoamento foi iniciativa do padre José Vicente Gonçalves de Macedo, que, vindo de Minas Gerais, para lá se dirigiu, com a intenção de abrir um posto de catequese.
Começou a explorar as margens do rio Grande e formou o Porto da Aldeia, situado mais precisamente na foz do Rio Verde, ao mesmo tempo em que outra via de penetração era aberta em direção às margens do rio Turvo, local onde se fundou uma colônia chamada Marques. A partir daí, para facilitar o contato com outras colônias além do rio Turvo, construiu-se um segundo porto, conhecido por Porto do Marques.
Esse conjunto de fatores promoveu a vinda de várias famílias para a região, que preferiram se estabelecer nas vertentes do rio Turvo, por causa de sua vegetação que favorecia o pastoreio. O aumento populacional e o desenvolvimento da agricultura também acabaram levando famílias para as vertentes do rio Grande e o local acabou sendo satisfatoriamente povoado.
Desse modo, em fins do século XIX, já existia um pequeno povoado com algumas casas e uma pequena capela, na margem do córrego do Veadinho, que deu origem ao arraial do mesmo nome. Seu crescimento foi natural, e, em 12 de março de 1935, foi elevado a distrito do município de Olímpia, sendo transferido mais tarde, em 30 de novembro de 1938, para Paulo de Faria.
Sua denominação mudou para Veadinho do Porto em 30 de novembro de 1944, quando adquiriu sua autonomia política, em 30 de dezembro de 1953, e recebeu o nome atual.

Gentílico riolandense

Administração

Prefeito: Sávio Nogueira Franco Neto

 

Economia e turismo

A economia local baseia-se essencialmente na agricultura e pecuária, mostrando uma forte intensificação da cultura canavieira.

Na área de lazer, o município conta com uma praia artificial, às margens do Rio Grande, represa de Água Vermelha, com quiosques, campo de futebol e grande potencial pesqueiro.

Fontes

http://www.ferias.tur.br/informacoes/9569/riolandia-sp.html

http://pt.wikipedia.org/wiki/Riolândia

http://www.riolandia.sp.gov.br/portal/

 
MAIS SOBRE Riolândia:
 
Deixe seu Comentário
 
 
COMETÁRIOS SOBRE Riolândia:
 
 
Seções: A01 - Est. Turísticas | A02 - Est. Balneárias | A03 - Est. Climáticas | A04 - Est. Hidrominerais | C01 - Bauru | C02 - Campinas | C03 - Itapetininga | C04 - Mogi das Cruzes | C05 - Presidente Prudente | C06 - Ribeirão Preto | C07 - Santos | C08 - São Carlos | C09 - São José do Rio Preto | C10 - São José dos Campos | C12 - Sorocaba | C13 - Taubaté | D - MÚSICAS | E - BLOG DO JOÃO |
Portal: Inicial | Quem Somos | Como Anunciar | Fale Conosco | Enviar Email |

© Interior SP - Cidades. Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvimento: UPWEB Internet Solutions