Busque sua Cidade
 
Inicial
 
Seções
A01 - Est. Turísticas
A02 - Est. Balneárias
A03 - Est. Climáticas
A04 - Est. Hidrominerais
C01 - Bauru
C02 - Campinas
C03 - Itapetininga
C04 - Mogi das Cruzes
C05 - Presidente Prudente
C06 - Ribeirão Preto
C07 - Santos
C08 - São Carlos
C09 - São José do Rio Preto
C10 - São José dos Campos
C12 - Sorocaba
C13 - Taubaté
D - MÚSICAS
E - BLOG DO JOÃO
 
Portal
Quem Somos
Como Anunciar
Fale Conosco
Enviar E-mail
 
Canitar

Hidrografia

Rio Paranapanema

Ribeirão da Figueira

Rodovias

SP-270

História

A historia de Canitar está intimamente ligada à de Chavantes, a quem pertenceu como distrito desde o desmembramento de Chavantes de Santa Cruz do Rio Pardo, da qual foi esta distrito até 1922. Chavantes foi fundada em 1887 e Canitar se tornou município independente de Chavantes em 1991. Irapé, mais ao sul, e com fronteira com o Estado do Parana', é o distrito do qual surgiu Chavantes e consequentemente Canitar. E' maior que Canitar e provavelmente mais populoso também, mas por ser Canitar mais a SO da sede do município de Chavantes, e mais próxima de Ourinhos, a sede da comarca e mesorregião, talvez tenha aspirado sua independência, principalmente por ser grande produtora de cana-de-açúcar e estar mais próxima da Usina São Luis de Ourinhos, bem como de mais facilidades para o escoamento de seu principal produto através de estradas de rodagem e ferrovias, pelas quais Ourinhos é conhecida.[carece de fontes?]

Canitar foi fundada por causa da construção da estação de trem em 1910. Na mesma época foram construídas as estações de Santa Cruz do Rio Pardo e de Sodrelia. No local havia indígenas, Xavantes, que de um dia para o outro viram que chegavam pessoas para a construção. Mesmo com a área tendo fazendas e muita gente trabalhando eles se sentiam seguros no espaço que estavam. Quando da passagem da primeira maquina, tentaram parar com cordas feitas de cipó, amarrados ao corpo. Como foram arrastados e muitos mortos, resolveram ir-se. Foram em direção norte e o que não conseguiram levar, quebraram como foram encontradas provas, cântaros, panelas quebradas na beira do Rio Pardo, por exemplo no sitio de Joaquim Luiz. Quando foi anunciada a construção de Canitar, nas terras de Joaquim Bernardo de Mendonça, ele resolveu lotear a terra envolta, para formar uma cidade. A primeira casa foi construída por Joaquim Venâncio, Marciliano Venâncio, empregados de Joaquim B. Mendonça; por José Rita Graciano, morador do Poção; João Costa, que se casou com a cunhada do primeiro telegrafista. Esta casa foi de Antônio Sota, casado com Mariana, irmã mais velha de Zeca Teodoro, filha de Joaquim José. Depois vieram os povoadores: turcos, Miguel Habib, Miguel Farah (morto em frente ao armazém da estação), Azizo, Jorge Maluf; o português, Manoel Fernandes Cabete; Evaristo Saraiva (onde é o Nicola Gimenez), Gabriel Ligeiro, Domingos Torres (casa onde foi a antiga escola). A primeira casa era pequena e de pau a pique e Mariana pediu a seu marido para construir uma maior na esquina, que depois foi comprada por Joaquim B. Mendonça, para dar de presente a sua irmã Maria Bernardo, viúva, que ai se suicidou. Era mãe de Joaquim Martins, casado com Frauzina, este pai de Francisco Martins, casado com Enedina Inácio, filha de Ana e Zeferino Inácio, hoje nome da praça de Canitar. Esta casa depois foi alugada para Luis Vara, pai de Pedro Vara e em seguida vendida por Joaquim Martins, para Luiz Gimenez, cuja família ainda mantém o terreno. A segunda casa foi a de Gabriel Ligeiro, onde junto construiu uma pequena lojinha, a primeira de Canitar. Ele saiu com um burrico vendendo e trocando mercadorias com os sitiantes e pessoas que viviam no campo. E sua esposa fazia pão e comida para vender quando o trem parava em Canitar. Na época da fundação os sitiantes conhecidos eram Joaquim Jose, Joaquim Pedro, Beloto, Espírito Santo. Os fazendeiros dessa época eram: Joaquim Bernardo de Mendonça; Alberto Cintra - Fazenda S.Bento e Santa Lucia; Joaquim Cintra (Quinzinho) – Fazenda Bicudo; Antonio Leite (Tunico) – Fazenda Lageadinho (casado com a irmã dos Cintra, Lucia, por isso foi dado o nome a fazenda S. Lucia, que era filha de Leo Barbosa, dono da Santa Otalia); Joaquim Luiz – Fazenda Barreirinho, onde é a Ponte Preta; José Ventura e SinhAna Ventura – Fazenda Poção. Os fazendeiros de Chavantes por volta de 1910 eram Osório Bueno e Azarias Bueno, pai de Benedito, Olegário Bueno e Morena, mulher de Manoel Marques; Julio Silva. Em Irapé, fazendeiros Major Cobra e Onça, viram crescer a cidadezinha, que estava na divisa do estado e servia de segurança, para possíveis invasões vindas do sul. Como Chavantes, que nasceu de Irape, cresceu mais, Irapé e depois Canitar ficaram sendo seus distritos.

Aniversário da Cidade: 30 de Dezembro

Fundação: 19 de maio de 1991

Administração

Prefeito:   ANIBAL FELICIANO

 

Economia

Principal Atividade econômica: agricultura (com predomínio de cana-de-açúcar, café, milho, arroz, feijão e soja)

Fontes: http://pt.wikipedia.org/wiki/Canitar

http://www.ferias.tur.br/informacoes/9036/canitar-sp.html

 
MAIS SOBRE Canitar:
 
Deixe seu Comentário
 
 
COMETÁRIOS SOBRE Canitar:
 
03/05

Morei em Canitar, na década de 80, por 3 anos. Meu avô Valdomiro Sartori, morou no Irapé, provavelmente na década de 20 e ele tb dizia que Canitar se chamava Fortuna! Achei esta informação que comprova tal afirmação. "A ESTAÇÃO: Aberta em 1923 como Fortuna, em 1926 o prédio já sofreu uma ampliação. Aparentemente, o prédio é o mesmo de hoje. Em 1944, Fortuna passou a ser distrito, subordinado ao município de Chavantes. Em 1955, foi rebatizado como Canitar." FONTE: http://www.estacoesferroviarias.com.br/c/canitar.htm

Enviado por Auzerina Pimentel às 11h20
03/09

Nasci em Canitar, a 72 anos aqui conheci e conheço a palmo, cada cantinho, sua historia, seus habitantes, sou filho de um dos fundadores, Nicola Gimenez, meu pai tinha um pequeno estabelecimento comercial, lle eu e meu irmão gemeo Benedito, quando meninos vendiamos peixe, verdluras, legumes, casa por casa. Depois fui Tabelião, Oficial do Registro Civil, Comissario de menores, por mais de 30 anos, advpgadp, fui comerciante, sou agricultor, ainda me dedico ao cultivo da cana de açucar, fui presidente da associação dos plantadores de cana da região de Ourinhos, por 22 anos, hoge sou o gerente da mesma. fiz parte da comissão de emancipação, onde Luiz Gimenez Filho era o presidente, Anibal Feliciano vice presidente e Getulio o secretario. Fui eleito vereador e por 16 anos exerci a vereança, fui presidente da Camara. tive todas as oportuniidades para me mudar daqui, mas permaneci, aqui vivo, aqui sou feliz Ainda se Deus me der oportunidade vou escrever um livro sobre Canitar. Essa Canitar, de terra roxa, que quando sulcada demonstra o vermelho roxo da sua fertilidade, que me deu tantas alegrais. Moro bem no centro antigo, em frente ao centro de esportes Nicola Gimenez, na Rua Joaquim Bernardo de Mendonça

Enviado por Getulio Gimenez às 12h37
15/05

EU HOJE COM 62 ANOS TAMBEM NASCI EM CANITAR PASSEI A MELHOR FAZES DA MINHA VIDA NESTA CIDADE MINHA INFANCIA EMBORA MEUS PAIS VINDO MORAR EM SAO PAULO MINHA JUVENTUDE TAMBEM PASSEI BOA PARTE AI TIVE MUITOS AMIGOS AI TAMBEM A PIOR FAZE TAMBEM PASSEI AI FOI NO DIA 30 DE NOVEMBRO DE 2005 MINHA QUERIDA MAE FOI PARA CANITAR PARA FALECER AI QUERIA SER ENTERRADA EM IRAPE SEU NOME JULIA GONZAGA AZEVEDO AGRADEÇO TODOS OS MORADORES MAIS ANTIGOS DE CIDADE NA PESSOA DO SENHOR PREFEITO ANIBAL DAMAZINHO E MUITOS OUTROS QUE ME DERAM TODO O APOIO POSSIVEL ME CONSIDERO CANITARENSE SEMPRE EMBORA EU NAO MORE AI MUITO OBRIGADA POVO DE CANITAR

Enviado por SIRLEI GONZAGA às 23h21
22/06

Eu nasci ai na Fazenda Sta Lucia E morei ai em Canitar conheço bastante gente ai Adoro esta cidade vivi muito feliz ai depois foi para chavantes Más me lembro de uma coisa Em cima do telhado da estação estava escrito Fortuna Todo pessoal dizia vamos prá Fortuna fazer compras da onde vem esse nome já que não mencionaram no Histórico da cidade Eu tambem sou déssa terra ai Eu queria saber porque? Fortuna foi muito afamado na época

N.R. Não encontramos referência sobre essa inscrição na NET, porém, a palavra FORTUNA quer dizer SORTE em italiano. Talvez tenha sido escrito por imigrantes italianos desejando SORTE aos viajantes.

Enviado por Raimundo Gomes Rodrigues às 22h57
30/04

gostaria de alugar uma casa simples, com 1 quarto, sala cosinha e banheiro. com um pequeno quintal. que não fosse muito cara, pois pretendo ficar morando em canitar ou chavantes, onde houver uma casa nessas condições.

Enviado por fernando gorresen às 20h06
 
Seções: A01 - Est. Turísticas | A02 - Est. Balneárias | A03 - Est. Climáticas | A04 - Est. Hidrominerais | C01 - Bauru | C02 - Campinas | C03 - Itapetininga | C04 - Mogi das Cruzes | C05 - Presidente Prudente | C06 - Ribeirão Preto | C07 - Santos | C08 - São Carlos | C09 - São José do Rio Preto | C10 - São José dos Campos | C12 - Sorocaba | C13 - Taubaté | D - MÚSICAS | E - BLOG DO JOÃO |
Portal: Inicial | Quem Somos | Como Anunciar | Fale Conosco | Enviar Email |

© Interior SP - Cidades. Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvimento: UPWEB Internet Solutions