Busque sua Cidade
 
Inicial
 
Seções
A01 - Est. Turísticas
A02 - Est. Balneárias
A03 - Est. Climáticas
A04 - Est. Hidrominerais
C01 - Bauru
C02 - Campinas
C03 - Itapetininga
C04 - Mogi das Cruzes
C05 - Presidente Prudente
C06 - Ribeirão Preto
C07 - Santos
C08 - São Carlos
C09 - São José do Rio Preto
C10 - São José dos Campos
C12 - Sorocaba
C13 - Taubaté
D - MÚSICAS
E - BLOG DO JOÃO
 
Portal
Quem Somos
Como Anunciar
Fale Conosco
Enviar E-mail
 
Página Inicial da Cidade Mogi das Cruzes

HISTÓRIA

Com o movimento das entradas e bandeiras, chegaram os primeiros povoadores nas terras que formariam o município de Mogi das Cruzes. Em 1561, Brás Cubas, após ter recebido uma sesmaria que começava ao pé da Serra do Mar e se estendia até Mboygi, fundou a fazenda Pequeri em um local provavelmente próximo da região onde, em 8 de agosto de 1611, sob aprovação do então governador D. Diniz de Souza, foi criada a Vila de Sant’Anna das Cruzes de Mogy-Mirim, por Gaspar Coqueiro, capitão-mor da capitania de São Vicente. 
Localizada entre São Paulo e Rio de Janeiro, a vila costumava ser ponto de passagem obrigatória daqueles que se dirigiam para uma dessas capitanias. Caracterizou-se, também, como ponto de parada de bandeirantes e desempenhou importante papel na colonização do Estado de São Paulo. 
No período do Império, compreendia as paróquias de Santa Ana de Mogi das Cruzes, Nossa Senhora da Ajuda de Itaquaquecetuba, Senhor do Bom Jesus do Arujá e Nossa Senhora da Escada, que correspondem, atualmente, aos municípios de Suzano, Poá, Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba, Guararema e Arujá.
Em 13 de março de 1855, recebeu foros de cidade e sua atual denominação. Marcada por um desenvolvimento rápido, Mogi das Cruzes expandiu-se primeiramente com a lavoura do café e, depois, sob a influência da imigração japonesa, com as culturas de chá, frutas e hortaliças.

Significado  do Nome

Quando a região era habitada somente por índios, o nome do lugar era MBogy, que significa rio das cobras como os selvagens se referiam ao Tietê. Com o decorrer dos anos o nome foi se alternando: passou primeiro a Boigy, depois a Mogy e finalmente a Mogi.
Quando a Vila foi criada, em 1611, foi chamada de SantAnna porque era uso aduzir-se ao nome das vilas o seu padroeiro.
E acrescentou-se, também Mirim que na língua dos índios queria dizer pequeno, obviamente porque o povoado era pequeno.
Ficou sendo então Santa Anna de Mogi Mirim.

Aniversário da cidade: 01 de Setembro

Fundação: 01 de setembro de 1560 (449 anos)

Gentílico: mogiano ou mogicruzense

 
MAIS SOBRE Mogi das Cruzes:
CÂMARA MUNIC.
ECONOMIA
GEO/DEMO/CLIMA
HISTÓRIA
LOCALIZAÇÃO
ONDE COMER
ONDE FICAR
PREFEITURA
RÁDIOS/JORNAIS
TURISMO
Deixe seu Comentário
 
 
COMETÁRIOS SOBRE Mogi das Cruzes:
 
15/05

Olá bom dia gostaria de saber qual e o vento predominante de Mogi das cruzes? obrigado

Enviado por Thiago mendes às 05h22
16/03

alguém conhece a irma do finado joa morsego

Enviado por alan cristiano cesario às 10h18
16/03

alguém conhece a irma do finado joa morsego

Enviado por alan cristiano cesario às 10h18
21/02

preciso saber quantos km são at são paulo

Enviado por augusto ribeiro às 08h26
27/08

Sou estudante de arquitetura e preciso saber qual é o vento predominante de Mogi das Cruzes

Enviado por Dayane Paone às 12h50
04/03

ADOREI A REPORTAGEM MOSTRADA NO GLOBO REPORTE LINDA CIDADE TUDO DE BOM! É UM SONHO!

Enviado por VANDA LUCIA SILVA às 16h55
30/01

(sem comentários)

Enviado por mario sergio de moraes às 00h30
03/10

Sou sobrinha neta de maria batistina dias toledo.Gotaria de saber se nesta cidade ainda existe algum parente meu.sou filha de marinho dias da silva que entre em contato.meu email é mgdsjfds@uol.br

Enviado por maria geralda dias da silva às 10h18
17/03

boa tarde, preciso de informação sobre a economia mais importante de mogi das cruzes para um trabalho faculd, sobre mão de obra da populaçao,e mao de obra predominante= sexo masc e femenino, o que produz, qual a produção anual da atividade, qual a principal matéria prima utilizada no processo de produção, valor economico que movimenta a atividade, quais os possiveis impactos, para o solo, atmosfera ou cursos hídricos, gerados pela atividade em estudo? por favor me ajude quem puder. obg

Enviado por nilceianr@hotmail.com às 15h14
 
Seções: A01 - Est. Turísticas | A02 - Est. Balneárias | A03 - Est. Climáticas | A04 - Est. Hidrominerais | C01 - Bauru | C02 - Campinas | C03 - Itapetininga | C04 - Mogi das Cruzes | C05 - Presidente Prudente | C06 - Ribeirão Preto | C07 - Santos | C08 - São Carlos | C09 - São José do Rio Preto | C10 - São José dos Campos | C12 - Sorocaba | C13 - Taubaté | D - MÚSICAS | E - BLOG DO JOÃO |
Portal: Inicial | Quem Somos | Como Anunciar | Fale Conosco | Enviar Email |

© Interior SP - Cidades. Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvimento: UPWEB Internet Solutions