Busque sua Cidade
 
Inicial
 
Seções
A01 - Est. Turísticas
A02 - Est. Balneárias
A03 - Est. Climáticas
A04 - Est. Hidrominerais
C01 - Bauru
C02 - Campinas
C03 - Itapetininga
C04 - Mogi das Cruzes
C05 - Presidente Prudente
C06 - Ribeirão Preto
C07 - Santos
C08 - São Carlos
C09 - São José do Rio Preto
C10 - São José dos Campos
C12 - Sorocaba
C13 - Taubaté
E - BLOG DO JOÃO
 
Portal
Quem Somos
Como Anunciar
Fale Conosco
Enviar E-mail
 
Página Inicial da Cidade Araçatuba

ECONOMIA

Sua economia é historicamente ligada à pecuária, sendo conhecida como cidade do boi gordo e, posteriormente, cidade do asfalto. Um famoso pecuarista de Araçatuba que se chamava Tião Maia fugiu para a Austrália por causa da ditadura. Atualmente, nas instalações de seu antigo frigorífico, funciona a Universidade Paulista (UNIP).

O setor sulcroalcooleiro está em crescimento acelerado e precisa de novas áreas para se expandir. O Noroeste Paulista é uma das últimas áreas viáveis e disponíveis no estado de São Paulo para esta necessidade que o setor demanda.

A topografia, solo e clima favoráveis ao cultivo da cana-de-açúcar, mão-de-obra especializada, facilidades de escoamento da produção e sede de um dos maiores terminais sucroalcooleiros do estado de São Paulo, favorecem a região.

Em 2008 era o 28° município do Estado de São Paulo em número de empresas atuantes. No ranking brasileiro ficou na 89° posição com 7 267 unidades.

Em 2010, dados do IPC Target indicam que Araçatuba terá um consumo de R$ 2,63 bilhões ao ano, 18% maior que os dados de 2009 (R$ 2,22 bilhões) colocando assim Araçatuba no 39° no estado em capacidade de consumo. Em 2009 os habitantes da Classe E, com renda até R$ 410 no município representavam 1,1% da população total, sendo que em 2010 esse númerou foi reduzido para 0,7%.

Dados da Secretaria de Estado de Desenvolvimento divulgados em maio de 2010, apontam o munícipio com potencial de desenvolvimento em todos os seguimentos da economia (agropecuária, indústria, comércio e serviços), em virtude da mão-de-obra qualificada, transporte e infra-estrutura. Todavia, ainda apresenta lentidão na questão imobiliária e turística.No Índice Paulista de Responsabilidade Social ficou classificada como n° 2 (intermediária), numa classificação de 5 (piores codições) a 1 (melhores condições), que leva em conta a saúde, educação e renda da população.

Com relação a geração de empregos Araçatuba ocupava em abril de 2010, de acordo com Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, a 41° posição no Estado de São Paulo em geração de empregos, obtendo o melhor índice da região a que pertence. De abril de 2009 até abril de 2010, Araçatuba já teve contratados 23 330 funcionários. No mesmo período, 21 379 pessoas foram demitidas nas empresas do município.

Indústria

De processamento de leite a máquinas de lavar roupas, passando por extrato de tomate e conservas, móveis planejados, criação e abates de avestruz e medicamentos fitoterápicos, equipamentos hospitalares e fios cirúrgicos, produtos químicos e de instrumentação de alta tecnologia. O setor de confecções também é importante vocação econômica do município. Oitenta e seis pequenas e médias indústrias fabricam em média 180 mil peças de roupas por mês. O setor tem merecido atenção especial do poder público através de investimentos para formação de mão-de-obra especializada e de cooperativas de produção e trabalho.

Vale ressaltar que em setembro de 2007 a Nestlé inaugurou uma fábrica de fórmulas infantis na cidade.

Na cidade ocorre a reciclagem do lixo, feita pela empresa Vega Engenharia.

Agricultura e pecuária

Por volta do ano 1908, a ferrovia Noroeste do Brasil chegava até Araçatuba. O Brasil tinha como ponta da economia a cafeicultura. É neste cenário que a cidade surge, momento de ocupação de terras no Oeste do estado e expansão das lavouras do café.

Antes da ferrovia, esta região era habitada pelos índios caingangues. Até o início de 1920, as terras não eram muito procurada por desbravadores.

Somente após a construção de um loteamento de terras na cidade de Birigui e formação de colônias japonesas e italianas, a cidade passou a ser alvo de pessoas com vontade de estabelecer-se nas terras. De1926 até 1930 foram 13365 imigrantes, sendo japoneses, italianos, espanhóis e portugueses os mais importantes.

Em 1929 a crise da bolsa de valores de Nova Iorque deu um golpe nas plantações de café aqui existentes. Já na década de 40, a produção começa a cair. Em 1943 uma geada interferiu drasticamente na lavoura daquele ano. Assim a melhor solução para o declínio da produção do café eram a associação de outras culturas como arroz, feijão, milho, e pastagem para o gado.

O gado vinha de Goiás e Mato Grosso, chegava muito magro nas cidades da região. Desta forma os produtores tornaram-se especialista na engorda bovina.

O café e as outras culturas ainda permaneceram de 1930 até 1960. Neste período importantes empresas instalaram-se na cidade: Matarazzo, Anderson Clayton, Brasmen e Sanbra especializadas no processamento de oleaginosas e grãos.

Na década de 60, a cidade recebe o nome de Cidade do boi gordo, devido ser o maior centro produtivo de gado de corte do Estado de São Paulo. Até hoje, Araçatuba é uma das principais cidades da pecuária de corte do Brasil. Porém, a região transforma-se gradativamente em pólo do setor sucroalcooleiro.

Em 1974 ocorreu a crise do petróleo, sendo assim criado pelo governo federal o Próalcool. Assim o Conselho Municipal de Desenvolvimento Integrado de Araçatuba, propõe uma campanha para instalar 22 unidades produtoras de álcool na cidade.

A cana-de-açúcar ocupava 10% da área cultivada da região em 1987. As usinas Destivale, Aralcool, Alcoazul e Cruzalcool produziam em ritmo acelerado. Atualmente a cidade é o novo pólo do setor sucroalcooleiro. Araçatuba em 2009, era responsável pela produção de 47% da energia limpa do Estado de São Paulo

 
MAIS SOBRE Araçatuba:
CÂMARA MUNIC.
ECONOMIA
GEO/DEMO/CLIMA
HISTÓRIA
LOCALIZAÇÃO
NOTÍCIAS
ONDE COMER
ONDE FICAR
PREFEITURA
TURISMO
Deixe seu Comentário
 
 
COMETÁRIOS SOBRE Araçatuba:
 
01/12

Meu avô se chamava Aquilino Carlos da Silva, era músico. Seria ele o maestro da banda de 1915? Minha avó se chamava Olympia.

Enviado por Ana Olímpia às 11h51
18/11

Meus avós, Antonio Correia da Silva e Manoela M Nascimento, vieram do Est. de Pernambuco/Alagoas, pelos idos de 1932 =-, juntamente comos filhos: Pedro, Carolina e marido José:Arcelina e José Góes Cavalcanti e família; Ana; Letícia casada com Manoel Napoleão;Moisés; Cícera; Maria (minha adorável mãe); Maria Luis e Eldon o caçula. Vieram de navio até Santos com destino à lavoura cafeeira das faz. Lutaram no trabalho árduo da lavoura. As 3 irmãs (Cícera, Maria e Maria Luis, ainda bem mocinhas trabalhavam duramente sol a sol. As irmãs Carolina e Arcelina, permaneceram na região até o final da vida. Ali deixaram filhos, netos, sobrinhos, cunhados,etc. Pelo conhecimento da história, trabalhavam em troco da comida pois, nada restava a receber finda as colheitas.Vovó costurava p conseguir alguns trocados e ajudar a casa. Bravos lutadores, dignos. Tio Pedro faleceu ao derrubar uma árvore, era solteiro. Tenho primos em J Mesquita e lá estive no velória da tia Arcelina. Minhas homenagens aos meus todos queridos na paz do Senhor Deus.

Enviado por Maria de Fatima Figueiredo às 17h18
01/06

procuro uma casa ou quarto pra morar em queiroz se souber por favor ligue 18 997492414

Enviado por sidney às 10h26
07/08

procuro antoniobarbosa da silva sou de araçatuba atualmente ele morava em florinia mas tem parente em bairro do cinco municipio pr ele ten um sobrinho na cidade de florinia e tamben um irmao pois me lembro so do apelido deles sarapa e sapinha ultima ves que fomos nesta cidade eles nos convidou para ir na prainha artificial estou a doze ano cem velo moro na rua antonio do nascimento numero195 bairro etemp araçatuba sp contato cl 01897190157 gostaria muito de abraçalo no dia especial dia dos pais grato pelo contato

Enviado por lorisvaldo barbosa da silva às 17h01
29/03

procuro meu pai josé dos santos , região de Araçatuba ,fui registrado em guzolandia sp , meu avo morava em um sitio na regiao.sou filho de maria jose dos santos e pai jose dos santos , se alguem souber algo por favor , entrar em contato ,delegacia de pirajui

Enviado por José Elson dos Santos às 11h53
06/03

tenho interece de trabalhar transportando produtos de lavinia (cebola) fone 018 1596531445 papa.ata@hotmail.com orkut

Enviado por Teles frutas e legumes às 18h32
06/03

tenho interece de trabalhar transportando produtos de lavinia (cebola) fone 018 1596531445

Enviado por Teles frutas e legumes às 18h32
26/10

Assista de segunda à sexta-feira na BAND às 07 da manhã o programa PRIMEIRO JORNAL, apresentado por LUCIANO FACCIOLI (Ex-Record). há cerca de 15 dias na BAND, Luciano Faccioli conseguiu aumentar a audiência do PRIMEIRO JORNAL em 100%.

Enviado por Fred Buccino às 19h52
 
Seções: A01 - Est. Turísticas | A02 - Est. Balneárias | A03 - Est. Climáticas | A04 - Est. Hidrominerais | C01 - Bauru | C02 - Campinas | C03 - Itapetininga | C04 - Mogi das Cruzes | C05 - Presidente Prudente | C06 - Ribeirão Preto | C07 - Santos | C08 - São Carlos | C09 - São José do Rio Preto | C10 - São José dos Campos | C12 - Sorocaba | C13 - Taubaté | E - BLOG DO JOÃO |
Portal: Inicial | Quem Somos | Como Anunciar | Fale Conosco | Enviar Email |

© Interior SP - Cidades. Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvimento: UPWEB Internet Solutions